Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Leandro Guerreiro critica ‘preguiça do time do Cruzeiro’ e detona Ronaldo: ‘Gestão arrogante’

No final do seu comentário, em uma live, Leandro Guerreiro se dirigiu a Ronaldo, sócio majoritário da SAF, e foi muito duro

Leandro Guerreiro detonou gestão da SAF do Cruzeiro

Leandro Guerreiro detonou gestão da SAF do Cruzeiro

Reprodução Cruzeiro Sports/Youtube

Ex-volante do Cruzeiro entre 2011 e 2013, Leandro Guerreiro fez duras críticas ao time atual e à gestão de Ronaldo durante participação em programa do canal Cruzeiro Sports, no Youtube, nessa segunda-feira (13).

Em um longo desabafo, o ex-meio-campista lembrou que o espírito da equipe cruzeirense nesta reta final do Campeonato Brasileiro é bem diferente do que ele viveu em 2011, quando o Cruzeiro goleou o rival Atlético por 6 a 1 na última rodada, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e evitou o rebaixamento.

Com 37 pontos e na 17ª colocação, o Cruzeiro está sem técnico desde a demissão de Zé Ricardo, no último sábado (11) e terá seis partidas para tentar evitar o segundo descenso de sua história. O primeiro foi em 2019.

Os adversários do Cruzeiro na reta final da competição serão, pela ordem, Fortaleza (fora), Vasco (casa), Goiás (fora), Athletico-PR (casa), Botafogo (fora) e Palmeiras (casa).

“Chega de pensar taticamente. Chega de pensar em corre aqui e corre ali. Agora é sangue na veia. No 6 a 1, eu nem sabia em que tática eu estava jogando. Eu estava com sangue nos olhos e queria correr todo o campo. Não interessa onde eu ia, eu queria ganhar o jogo. Chega de tática, chega de fazer linha. Para manter o Cruzeiro na Série A, é sangue no olho. Só isso. Respeita as cinco estrelas. É isso que tem que ser. Hombridade. Fico até nervoso aqui. Ah, porque só se fala de tática, coisinha bonitinha”, disse Guerreiro.

O ex-volante continuou seu desabafo com críticas à gestão da SAF de Ronaldo e à rotina de treinos do atual elenco na Toca da Raposa II. “É o que estão fazendo com o Cruzeiro. Tem quantos caras lá engomadinhos, com cabelinho com gel, terninho…E o Cruzeiro está onde? É sangue no olho dentro do campo, trabalhando todo o dia. Trabalhando 10h da manhã, todo dia, vai ganhar de quem? Vai ganhar de quem”, indagou.

Revolta ao ver o Cruzeiro diante do Coritiba

Guerreiro se mostrou revoltado com a postura passiva dos jogadores na derrota para o vice-lanterna Coritiba, por 1 a 0, no sábado (11), no Estádio Durival Britto, em Curitiba. O Cruzeiro teve atuação apática e sonolenta, mesmo estando à beira de mais um rebaixamento em sua história.

“Cara, o jogo mais importante, no sábado, pegamos o pior time da competição (Coritiba). Os caras com uma preguiça dentro do campo, uma inhaca dentro do campo, que dava nojo de ver o Cruzeiro jogar. Pode perder de 5 a 0, mas se o torcedor vir raça, determinação, ele vai aplaudir como já fez muitas vezes. Quantas vezes perdeu dentro de casa e aplaudiu por ver um time que se entrega, com determinação, com vontade. É só isso que o torcedor quer ver. É entrega, é respeitar a camiseta”, acrescentou.

“Gestão arrogante”

No final do seu comentário, Leandro Guerreiro se dirigiu a Ronaldo, sócio majoritário da SAF, e foi muito duro. “Infelizmente, quem está gerindo o Cruzeiro não está respeitando o Cruzeiro. E isso está passando para os jogadores dentro de campo. No meu modo de ver, o time dentro de campo é reflexo do Ronaldo, é reflexo dessa gestão arrogante, dessa gestão que não quer nem saber do Cruzeiro, que não está nem aí para o Cruzeiro”.

Desde quando assumiu o Cruzeiro, em dezembro de 2021, Ronaldo é criticado por ouvir pouco a torcida e pessoas com maior identificação com a instituição. A equipe de gestão é formada majoritariamente por pessoas de outras partes do país e que conhecem pouco a história do clube.

Sob nova gestão, o Cruzeiro fechou a Toca da Raposa II e acabou com as entrevistas coletivas no dia a dia. A direção, por sua vez, aparece pouco nos momentos de crise e opta por pronunciamentos. Nos primeiros meses de SAF, Ronaldo chegou a ter conversas semanais com a torcida por meio de seu canal na Twitch. Mas, em meio à campanha ruim este ano, o Fenômeno abandonou o projeto.

Coordenador do esporte digital da Itatiaia. Construiu sua carreira no jornalismo esportivo digital. Grande experiência como repórter e editor-chefe. Passou por Superesportes, Estado de Minas, TV Alterosa, Veja BH, Canal 23 e colaborou com O Jogo (POR), Mundo Deportivo (ESP) e Levante EMV (ESP).
Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais