Ouça a rádio

Compartilhe

Cruzeiro: CBF divulga áudio do VAR em anulação de gol do Edu e afasta responsáveis por erro

Forma em que as linhas foram traçadas revoltou jogadores, comissão técnica e diretoria celeste

Gol anulado gerou muita reclamação de Edu

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta-feira (8) o afastamento dos árbitros assistentes de vídeo e do Gerente de Qualidade que foram responsáveis pela análise do gol anulado de Edu contra o Ituano, nessa quarta-feira (6).

Após o impedimento marcado em campo pelo bandeirinha, a análise do VAR gerou reclamação de torcedores, jogadores, comissão técnica e dirigentes do clube celeste. As linhas teriam sido traçadas de maneira incorreta, desconsiderando um zagueiro do clube paulista que poderia dar condição para o atacante da Raposa.

"A Comissão de Arbitragem informa que os árbitros assistentes de vídeo e o Gerente de Qualidade envolvidos na partida entre Ituano e Cruzeiro serão encaminhados ao Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem (PADA).", escreveu.

O vídeo publicado pela Comissão de Arbitragem mostra o diálogo entre as pessoas que operam a linha, os assistentes de vídeo e o árbitro Bruno Arleu de Araújo. Em nenhum momento é possível observar alguma dúvida em relação ao atleta em que a linha tem que ser traçada.

O VAR assinalou a confirmação da decisão do árbitro Bruno Arleu. “Confirmo a decisão de campo. Impedimento. Prossiga”, disse após o traçado das linhas paralelas e a checagem do lance.

Arleu ainda perguntou sobre a análise.

“Impedimento, né?”, questionou, recebendo de prontidão a resposta do árbitro de vídeo.

“Perfeito, impedimento”, confirmou.

Apesar do afastamento dos responsáveis pelo lance, a nota da CBF não é explícita em nenhum momento em admitir um possível erro, o que já aconteceu, por exemplo, na anulação de um gol do São Paulo contra o Atlético, em 2020.

Em abril, o ex-árbitro Wilson Luiz Seneme assumiu a Comissão de Arbitragem após o afastamento de Leonardo Gaciba, que vinha sendo alvo de críticas.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store