Ouça a rádio

Compartilhe

Cruzeiro vai representar na CBF por erro do VAR no gol anulado contra o Ituano

Árbitro de vídeo assinalou impedimento em lance com Edu, gerando a revolta do time celeste 

O artilheiro da Raposa reclamou muito da marcação da arbitragem

A diretoria do Cruzeiro não ficou nada satisfeita com a atuação do árbitro de vídeo no empate com o Ituano, na noite desta terça-feira (5), no estádio Novelli Júnior, em Itu. Tanto que, segundo apuração da Itatiaia, vai entrar com uma representação oficial na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por causa do primeiro gol da Raposa, anulado após checagem do VAR.

Aos 44 minutos do primeiro tempo, Bidu recebeu na esquerda, chutou cruzado e Edu, no meio da pequena área, desviou para as redes. O assistente marcou impedimento, confirmado pelo VAR.

Durante a jornada esportiva da Itatiaia, o analista de arbitragem Márcio Rezende de Freitas apontou irregularidade na anulação do gol cruzeirense (veja no vídeo abaixo).

Nas redes sociais houve uma enxurrada de críticas pela forma como as linhas de impedimento traçadas pelo árbitro de vídeo. O próprio Cruzeiro ironizou no Twitter.

“Alguém entendeu essas linhas do VAR? Anularam errado por linhas tortas”, escreveu.

Além da reclamação pela anulação do gol, a direção cruzeirense também ficou insatisfeita com o trabalho de Bruno Arleu de Araújo, o árbitro de campo. A aplicação de cartões amarelos pro time celeste, na visão da diretoria, foi bastante equivocada.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store