Ouça a rádio

Compartilhe

Edu prevê 'jogo aberto' contra o Flu e elogia torcida do Cruzeiro: 'show à parte'

Time celeste viaja ao Rio de Janeiro para o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no Maracanã 

Edu é o artilheiro do Cruzeiro na temporada com 16 gols em 24 jogos

O Cruzeiro entrará em campo na próxima quinta-feira (23) para enfrentar o Fluminense no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O encontro colocará frente a frente dois técnicos com estilo de jogo ofensivo: Fernando Diniz e Paulo Pezzolano.

Para o atacante Edu, artilheiro do Cruzeiro na temporada, e jogador que se beneficia pela forma como a Raposa joga -- 16 gols em 24 jogos --, será um encontro para agradar aos torcedores.

"Agora é virar a chave. Temos a Copa do Brasil contra o Fluminense. Será um grande jogo, o Fernando Diniz gosta de propor o jogo, assim com o Paulo (Pezzolano) pede para nós. Acredito que o maior beneficiado será o torcedor que estará no estádio, que vai acompamnhar um grande jogo, um grande duelo. Que a gente possa fazer um grande confronto com o Fluminense lá (Maracanã), e depois decidir em qcasa, e se Deus quiser, conquistar essa vaga. Será um jogo muito difícil, contra uma equipe muito qualificada, mas temos totais condições de conquistar a classificação. A gente confia muito no nosso trabalho", disse o atacante.

O duelo entre Fluminense e Cruzeiro acontecerá na quinta, às 19h, no Maracanã. E a torcida do Cruzeiro tem à disposição quatro mil ingressos, já que a carga total é de 40 mil bilhetes.

"Essa torcida é um show à parte em casa, fora de casa. O que eles vêm fazendo é primordial para tudo o que vem acontecendo na competição, na nossa confiança, nos nossos jogos. A gente sabe que se colocorem dez mil à disposição eles vão esgotar, se colocar 20 mil eles vão esgotar. O que eles estão fazendo é fora da curva", comentou.

Líder isolado da Série B com 31 pontos em 13 jogos, o Cruzeiro já levou 213.497 mil torcedores aos jogos em Belo Horizonte. Foram 19.115 mil contra o Brusque, 14.074 contra o Londrina, 21.831 mil contra o Grêmio, 58.397 contra o Sampaio Corrêa, 42.004 contra o CRB e 58.076 no duelo com a Ponte Preta. E essa movimentação da torcida foi elogiada por Edu.

"A torcida abraçou o time, realmente a torcida está merecendo tudo o que está acontecendo, porque vem de anos sofridos e isso amargura o coração do torcedor. O torcedor é a parte principal do clube, não existe nada maior do que o clube e o torcedor. O amor do torcedor é eterno, então a gente tem que valorizar muito o que eles vêm fazendo para nos acompanhar, nos incentivar. Dentro de campo eles podem esperar sempre isso daí, briga, luta, força para defender a camisa do Cruzeiro, e recolocar o clube na Série A e no caminho das vitórias", completou.

A vitória contra a Ponte Preta foi a recuperação do Cruzeiro, que na rodada anterior havia perdido para o Vasco, no Maracanã, por 1 a 0.

"A gente precisava dessa vitória, porque vir de uma derrota é muito complicado, ainda mais como foi. A gente sabe que não fizemos um grande jogo como vínhamos fazendo, mas faz parte, infelizmente é assim. No futebol nem sempre você vai vencer", finalizou.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido