Ouça a rádio

Compartilhe

Com vitória sobre a Ponte Cruzeiro atinge metade dos pontos da média histórica do acesso

Em 10 das 16 edições da Série B, 62 pontos foram suficientes para time deixar a Série B

Cruzeiro venceu a Ponte Preta por 2 a 0 no Mineirão

A vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, nesta quinta-feira (16), no Mineirão, fez com que o Cruzeiro chegasse aos 31 pontos, metade do que historicamente foi necessário para se alcançar o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O time de Paulo Pezzolano alcançou isso em apenas 13 partidas, cerca de um terço das 38 rodadas que serão disputadas na competição.

Considerando-se as 16 edições da segunda divisão nacional disputadas no sistema de pontos corridos, a média para se alcançar uma vaga na Série A é de 62 pontos.

Com essa pontuação, em dez edições foi possível se alcançar o acesso. Em outras quatro oportunidades foram necessários 63 pontos, apenas um a mais que a média histórica.

Em 2015, um clube para chegar à elite precisou marcar pelo menos 64 pontos. O único ponto fora da curva foi registrado em 2012. Naquela temporada, a marca do acesso foi 72.

Esta marca do acesso é calculada a cada ano pegando-se a pontuação do quinto colocado e acrescentando a ela um ponto.

Projeção

O time de Paulo Pezzolano entra em campo mais 25 vezes nesta Série B do Campeonato Brasileiro para completar as 38 rodadas. E pegando a média histórica, a Raposa precisaria somar mais 31 pontos, o que significa um aproveitamento de 41,33%, quase a metade dos 79,48% atuais.

O grande diferencial do Cruzeiro na sua caminhada nesta edição da segunda divisão nacional é o desempenho em casa. A vitória sobre a Macaca foi a sexta, em seis partidas, fazendo do time de Paulo Pezzolano o único com 100% de aproveitamento como mandante.

Serão ainda mais 13 partidas da Raposa no Gigante da Pampulha, com 39 pontos disputados. Só nesses confrontos o Cruzeiro tem a possibilidade de alcançar os 31 que ainda faltam para ele alcançar a média história do acesso na Série B.

Fora de casa, onde o time tem um aproveitamento de 61,90%, o que lhe dá a condição de melhor visitante ao lada da Chapecoense, serão mais 12 jogos.

Os números mostram que o Cruzeiro de Pezzolano está cada dia mais próximo de atender ao pedido da China Azul. Ele já joga com raça, e caminha para voltar à Série A.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido