Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Coritiba se pronuncia sobre invasões em jogo contra o Cruzeiro

Confusão foi iniciada pela torcida celeste após gol do time mandante

Partida entre Coritiba e Cruzeiro terminou com briga dentro de campo

Partida entre Coritiba e Cruzeiro terminou com briga dentro de campo

Gabriel Thá/Coritiba

A partida entre Coritiba e Cruzeiro ficou marcada por cenas de violência. Perto do fim da segunda etapa, a torcida celeste quebrou barreiras de segurança para invadir o gramado do Estádio Durival de Britto. Horas após o ocorrido, o Coritiba se pronunciou nas redes sociais.

Nota oficial do Coritiba

“Diante dos fatos ocorridos na tarde deste sábado (11), no Estádio Durival de Britto, no final da partida entre Coritiba x Cruzeiro, pela 34ª rodada do Brasileirão, o Coritiba Foot Ball Club vem a público repudiar veementemente a invasão de campo iniciada pela torcida do Cruzeiro, logo após o gol do Coritiba, que deu origem a um tumulto generalizado. Situações como esta são inadmissíveis e só prejudicam os clubes e o futebol brasileiro.

O clube está atuando para identificação dos invasores e dos responsáveis pelo fato”, pontuou o clube.

Entenda o ocorrido

Dezenas de torcedores do Cruzeiro invadiram o gramado do Durival de Britto, neste sábado (11), após o time sofrer o gol do Coritiba na reta final da partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ainda houve confronto com a torcida adversária, que também invadiu o campo de jogo. A partida foi paralisada e policiais tiveram que intervir para tentar acabar com a confusão.

Os jogadores das duas equipes precisaram correr para os vestiários do estádio. Dono de 90% da SAF do clube celeste, Ronaldo Fenômeno estava em um dos camarotes e acompanhou a briga generalizada.

Após o policiamento entrar em campo, os torcedores que invadiram o gramado de jogo foram deslocados para o lado de fora do estádio. Há relatos de confrontos nas ruas próximas ao Durival de Britto.

Cronologia

Assim que o Coritiba abriu o placar, já nos minutos finais do jogo, dezenas de torcedores do Cruzeiro invadiram o gramado do estádio. A partir deste momento, os torcedores do clube mandante também conseguiram entrar no campo de jogo.

As duas organizadas entraram em confronto generalizado, que só foi paralisada após a polícia conseguir entrar no gramado. Balas de borracha e bombas de efeito moral foram utilizadas.

As torcidas de Cruzeiro e Coritiba são historicamente rivais. A principal organizada do clube celeste é aliada dos grupos ligados do Athletico-PR, assim como as organizadas do Atlético são aliadas aos torcedores do Coritiba.

Jornalista em formação na UFMG. Apaixonado por futebol e esportes em geral.
Leia mais