Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Paulistão Feminino: Corinthians supera públicos da rodada do Brasileirão

Decisão entre Corinthians e São Paulo teve o maior público entre todos os jogos de domingo (26) do futebol brasileiro

Corinthians supera públicos da rodada do Brasileirão no Paulistão Feminino

Corinthians supera públicos da rodada do Brasileirão no Paulistão Feminino

Divulgação/Corinthians

O Corinthians se sagrou campeão do Paulistão Feminino ao derrotar o São Paulo por 4 a 1, nesse domingo (26), na Neo Química Arena, em São Paulo. Jaqueline Ribeiro, Tarciane, Vic Albuquerque e Jheniffer marcaram os gols do título. Dudinha descontou para as Soberanas.

Outro grande destaque da decisão, além da atuação de gala, foi o espetáculo protagonizado pela torcida do Timão. Com 39.901 pagantes totais, a equipe feminina do Corinthians levou ao estádio o maior público pagante entre todos os jogos do futebol brasileiro do dia (26). O levantamento foi feito pelo Timão Números.

Veja o ranking

  1. Corinthians x São Paulo (Paulistão Feminino) - 39.901 pagantes;

  2. Fortaleza x Palmeiras (Campeonato Brasileiro) - 39.504 pagantes;

  3. Atlético x Grêmio (Campeonato Brasileiro) - 39.337 pagantes;

  4. São Paulo x Cuiabá (Campeonato Brasileiro) - 34.252 pagantes;

  5. Botafogo x Santos (Campeonato Brasileiro) - 29.387 pagantes.

Outras marcas alcançadas
  • Maior renda (R$ 970.782,20) do futebol feminino brasileiro;

  • Maior receita do Corinthians Feminino em uma temporada: R$ 16,75 milhões (patrocínios não inclusos);

  • Maior arrecadação do Corinthians Feminino em bilheterias em uma temporada: R$ 4,2 milhões.

Mais títulos que derrotas

A equipe de futebol feminino do Corinthians concluiu mais uma temporada histórica. Com a goleada sobre o São Paulo, por 4 a 1, e a conquista do Campeonato Paulista, a equipe encerrou o ano com o feito de ter mais títulos do que derrotas em 2023.

Ao todo, foram quatro títulos e somente três derrotas no decorrer do ano. O clube levantou as taças do Campeonato Paulista, do Brasileirão, da Supercopa do Brasil e da Copa Libertadores - que representam também tudo que o Corinthians disputou no ano.

Vale destacar que, das míseras três derrotas, duas acabaram por ter pouco efeito prático à equipe. Afinal, os revés diante de Ferroviária e São Paulo, acabaram revertidos na Neo Química Arena nos jogos de volta. Ambos resultaram em taças ao time do Parque São Jorge.

Durante o ano, foram 45 jogos disputados, com 38 vitórias, três derrotas e quatro empates, acarretando em 87.4% de aproveitamento dos pontos disputados. Neste recorte, foram 135 gols marcados (3.5 por jogo) e 23 sofridos (0.5 por jogo).

Jornalista em formação na UFMG. Apaixonado por futebol e esportes em geral.
Leia mais