Ouça a rádio

Compartilhe

Conversa de Redação: Corregedoria vai investigar juíza que negou aborto de menina de 11 anos

A menina está sendo mantida em um abrigo para evitar o aborto

Juíza aconselhou a vítima a manter a gravidez por mais algumas semanas

Em Santa Catarina, uma menina de 11 anos está sendo mantida pela Justiça em um abrigo para evitar um aborto. A garota foi estuprada no início do ano e recentemente descobriu estar grávida.

Equipes médicas se recusaram a realizar o aborto por se tratar de uma gestação de 22 semanas. O caso chegou até a juíza Joana Ribeiro Zimmer, que negou o aborto e sugeriu que a jovem mantivesse a gravidez por mais um ou duas semanas. Joana vai ser investigada pela Corregedoria.

No Conversa de Redação de hoje (21), Júnior Moreira, Edilene Lopes, Eduardo Costa, Rita Mundim e Malco Camargos debateram sobre o assunto. Acompanhe completo pelo youtube:

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido