Ouça a rádio

Ouvindo...

Homem é condenado a 22 anos por matar ex uma semana após fim do namoro em BH

Autor deu facadas no pescoço, tórax e pernas de Denisângela Teixeira Ribeiro, que morreu em fevereiro de 2023 no bairro Jardim Guanabara

Compartilhar

Facebook Twitter LinkedIn WhatsApp
Vítima tinha 44 anos e foi morta com facadas no pescoço, tórax e pernas

A Justiça condenou, nesta quarta-feira (8), um homem de 38 anos acusado de matar a ex-namorada, de 44 anos, apenas uma semana após o fim do namoro entre os dois. O crime foi cometido no dia 10 de fevereiro desde 2023 no bairro Jardim Guanabara, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

Denisângela Teixeira Ribeiro, de 44 anos, namorava há cerca de 5 anos com Claudinei Ferreira Santos e, segundo a denúncia, a relação era marcada por “atitudes abusivas, agressões físicas e psicológicas” do autor, que já teria agredido a companheira várias vezes.

Uma semana antes do crime, o casal havia terminado o namoro. Porém, no dia do crime, eles teriam voltado a se relacionar. Segundo consta nos autos do processo, a mãe de Claudinei contou aos policiais que o casal estava na casa dela fazendo um churrasco e, em determinado momento, Denisângela decidiu chamar o filho e os amigos dele para a festa.

Durante o churrasco, a mulher teria estranhado uma ligação do companheiro e tomado o telefone da mão dele. O homem se irritou e tentou estrangulá-la com um “mata-leão”. A confusão foi apartada pelos convidados da festa. Logo depois, Denisângela começou a contar com os presentes no churrasco que era agredida por Claudinei. Incomodado, o autor começou a discutir com o filho da vítima e um amigo dele. Na sequência, o suspeito pegou uma faca, deu vários golpes no pescoço, tórax e pernas de Denisângela e fugiu. A mulher de 44 anos morreu no local.

O suspeito respondia por homicídio quadruplamente qualificado (por motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima e contra a mulher por razões do sexo feminino e em contexto de violência doméstica/feminicídio). Porém, nesta quarta (8), Claudinei Ferreira Santos foi condenado a 22 anos de prisão por homicídio com a qualificadora do feminicídio. Ele segue preso desde o dia 11 de fevereiro, um dia após o crime, quando foi detido no bairro Olhos D’água, na região Oeste da capital mineira.


Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular.  Clique aqui e se inscreva.

Leia Mais

Colunistas

Mais lidas do dia

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Av. Barão Homem de Melo, 2222 - Estoril Belo Horizonte, MG

T.(31)21053588