Ouça a rádio

Compartilhe

'Entrei em choque', diz moradora que encontrou corpo de menina em Ribeirão das Neves

Mulher disse que foi ao local porque a região é ponto de desova 

Corpo estava em um matagal que fica atrás de um campo de futebol

A moradora que encontrou o corpo da menina Bárbara Victória, de 10 anos, na manhã desta terça-feira (2) disse que o campo de futebol do Pedra Branca, em Ribeirão das Neves, é ponto de desova. Por isso, ela resolveu procurar pela menina no local. Bárbara estava desaparecida desde domingo (31).

“Todo mundo que eles matam, eles jogam aqui. Vim e comecei a procurar. Quando olhei, ela estava ali. Olhei e achei que era um boneco. Olhei no rosto e falei: é ela mesmo”, diz. “Voltei e chamei o pessoal: ‘gente, por favor, chama a polícia porque a menina está morta aqui. O pessoal não estava acreditando’, completa.

A mulher conta que em seguida foi avisar a família da vítima. “Desesperei. Não sabia nem o que ia fazer. Entrei em choque”, descreve.

A reportagem da Itatiaia estava na casa dos pais de Bárbara neste momento. O desespero foi total. A mãe da menina passou mal e o pai foi ao local com outros parentes.

Peritos da Polícia Civil apontaram que Bárbara Victória foi morta por enforcamento.

Conforme os peritos, a suspeita de violência sexual será confirmada ou não apenas por meio de exames. Até então, o único indício de crime sexual é o fato de ela ter sido encontrada sem a parte de baixo da roupa.

Perto de casa

O campo de futebol onde o corpo foi encontrado fica a menos de 1 quilômetro de distância da casa onde ela morava com os pais e duas irmãs. O corpo estava em um matagal atrás de um dos gols, e foi encontrado por moradora da região na manhã desta terça-feira (2). A casa da família fica no bairro Mantiqueira, a uns quatro quarteirões do campo.

Comprar pão

Bárbara Victória foi vista pela última vez na rua Sete, após comprar pão em uma padaria da região, no último domingo.

De acordo com o pai da menina, Rogério Rodrigues Lopes, a filha saiu para buscar pão por volta das 17h. O trajeto duraria cerca de cinco minutos, mas Bárbara não voltou para casa e os pais começaram a procurá-la.

Vídeos de câmeras de segurança divulgados nesta terça-feira (2) mostram um homem caminhando ao lado de Bárbara. Este homem foi ouvido pela Polícia Civil nessa segunda-feira (1º) e liberado. Nas imagens, ele chega a gesticular na direção da menina.

*Com informações de Oswaldo Diniz

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store