Ouça a rádio

Compartilhe

Brigas de trânsito: Minas teve quase um caso registrado por dia em 2022

Morte de motorista de reboque em discussão com delegado da Polícia Civil em BH reacendeu alerta para violência no trânsito

Último registro foi da morte de um motorista de reboque, de 44 anos, em BH

Minas Gerais registrou quase uma infração por dia em 2022 com causa vinculada ao trânsito. É o que apontam números divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Estado (Sejusp) nesta quarta-feira (27). A morte de um motorista de reboque em discussão com um delegado da Polícia Civil na avenida do Contorno, em Belo Horizonte, reacendeu o alerta para diversos crimes de trânsito que começaram com discussões entre motoristas.

Nessa terça (26), o motorista Anderson Melo, de 44 anos, morreu com um tiro no pescoço depois de discutir com o delegado próximo ao viaduto Oeste, na chegada ao Centro da capital. Só em BH, 31 casos de violência vinculados ao trânsito foram registrados até junho deste ano - aproximadamente um por semana.

No cenário estadual, foram 169 ocorrências no mesmo período de 2022, criando a média de aproximadamente seis casos por semana, incluindo agressões, injúria, calúnia e lesão corporal.

Tanto no recorte municipal como estadual, os números caíram na comparação com 2021, segundo a Sejusp. Entre janeiro e junho do ano passado, foram 215 ocorrências em Minas, das quais 33 aconteceram em BH.

A infração mais comum registrada em 2022 foi de lesão corporal. Em BH, a média foi de apenas um caso por mês, enquanto em Minas, a ocorrência se repetiu a cada quatro dias. No total, o Estado registrou 427 casos no ano passado - mais de um por dia. Caso a média deste ano seja mantida, o Estado pode encerrar 2022 com mais de 340 registros.

(Com informações de Helen Araújo)

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store