Ouça a rádio

Compartilhe

Mulher é agredida por não pedir licença para cachorro em Juiz de Fora 

Vítima teve o rosto arranhado e foi empurrada pela tutora do animal

Vítima seguida para o trabalho quando foi surpreendida pela mulher

Uma mulher, de 50 anos, foi agredida por uma jovem após não pedir licença para o cachorro dela enquanto passava pela calçada da rua Quintino Bocaiúva, no bairro Jardim da Glória, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, na última quarta-feira (20). 

Conforme registro policial, a vítima passava pelo local, por volta de 6h45, para ir ao trabalho, quando avistou a mulher na calçada. A jovem, que estava acompanhada de um cachorro, então abordou a vítima e a questionou sobre o pedido de licença. 

Naquele momento, a tutora do cachorro começou a agredir a mulher com empurrões nas costas e, não satisfeita, arranhou o rosto da vítima. Além das agressões físicas, a mulher contou aos militares que foi xingada de "vagabunda". 

A vítima, que não conhecia a suspeita, relatou apenas como ela se vestia e traços físicos. Após as agressões, ela foi atendida no Hospital Universitário (HU), onde os médicos constataram uma escoriação no rosto. Devido ao empurrão, ela se queixou de dores nas costas e foi medicada.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store