Ouça a rádio

Compartilhe

Carnes de boi, porco e frango sobem até 5,2% em um mês em Belo Horizonte

O preço do frango é o mais alto dos últimos 30 dias; o corte mais caro é da da coxa e sobrecoxa 

Carnes de boi, porco e frango sobem até 5,2% em um mês em Belo Horizonte

Os preços das carnes bovinas, suína e de frango subiram até 5,2% no último mês em Belo Horizonte, aponta pesquisa feita pelo site Mercado Mineiro que visitou 39 estabelecimentos comerciais, entre os dias 13 e 15 de julho.

O preço do frango está mais caro no último mês. O quilo da coxa e sobrecoxa subiu de R$12,47 para R$13,11, uma aumento de 5,24%. O quilo do filé de peito passou para R$ 21,59 para R$ 22,28, um aumento de 3,20%. O quilo do peito resfriado subiu de R$ 14,59 para R$ 15,15, um aumento de 3,86%.

Entre os cortes de boi o quilo da chã de dentro subiu de R$ 42,02 para R$ 42,79, um aumento de 1,84%, seguido pelo quilo da fraldinha subiu de R$ 36,58 para R$ 37,13, um aumento de 1,49%. O quilo da maminha subiu de R$ 44,21 para R$ 44,84, um aumento de 1,43% e o contra filé passou de R$ 49,08 para R$ 49,75, um aumento de 1,36%.

Entre as carnes suínas, o corte que teve maior aumento foi o quilo do toucinho comum que subiu de R$ 11,70 para R$ 12,22, um aumento de 4,48%, seguido pela costelinha que passou de R$ 20,92 para R$ 21,77, um aumento de 4%. O quilo lombinho filé subiu de R$ 19,92 para R$ 20,66, um aumento de 3,70%. O rabinho subiu de R$ 16,28 para R$ 116,64, um aumento de 2,21%, fechando com o quilo de pezinho que subiu de R$ 10,92 para R$ 11,08, um aumento de 1,48%.

A pesquisa completa está disponível no site Mercado Mineiro.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store