Ouça a rádio

Compartilhe

Ex-policial conhecido como Robocop volta a ser preso com arma e tenta subornar militares 

Homem ainda teria oferecido uma arma pra ser liberado e a polícia aprendeu um revólver calibre 22 e ao todo 63 munições. Ele nega 

Homem foi apontado como chefe de um grupo de extermínio que atuaria na região de São José da Lapa, mas os crimes não foram comprovados

O ex-policial militar Rodney Balbino Leonardi, de 50 anos, mais conhecido como Robocop, foi preso na MG-10, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A polícia recebeu a denúncia de que Robocop estaria andando armado e o homem foi abordado na MG-10 , momento em que a polícia encontrou dezenas de munições de calibre 22.

"A gente começou a receber informações sobre ele, tendo em vista que ele é bem temido pelo histórico de homicídio. Hoje, o pessoal repassou pra gente que ele estaria armado na Avenida Cristiano Machado em uma moto, se deslocando sentido MG-10", disse a Sargento Viviane do Tático Móvel do 36 batalhão.

Depois, o homem ainda teria oferecido uma arma pra ser liberado e a polícia aprendeu um revólver calibre 22 e ao todo 63 munições.

O Robocop, conversou disse que está sendo perseguido. "Eu já não estou bem. Isso tudo é armação. Eu não tenho nada, sou de bem. Tudo que você falou de mim é mentira. Fui absolvido de tudo. Eu continuo sendo vítima dessa perseguição, mas Deus em primeiro lugar. Vamos ver até onde isso vai", disse.

Outros crimes

Robocop foi apontado como chefe de um grupo de extermínio que atuava na região de São José da Lapa, mas os crimes não foram comprovados.

Em 2014, ele foi absolvido na acusação de um assassinato onde era apontado como o autor em 2009.

No réveillon de 2014 pra 2015, Rodney matou o irmão mais novo que tinha 17 anos.

De acordo com a família ele foi absolvido por ter sido considerado inimputável, já que o assassinato teria acontecido durante um "surto" e o homem teria problemas psiquiátricos.

Com informações de Renato Rios Neto

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store