Ouça a rádio

Compartilhe

Alta nos preços dos alimentos faz belo-horizontinos trocarem almoço por lanche: 'negócio tá feio'

Arroz, bife, salada estão sendo substituídos por coxinha, pastel e pão de queijo; diferença no preço chega a R$ 10

Coxinha está entre os alimentos escolhidos no lugar do arroz com feijão

A alta nos preços dos alimentos tem provocado uma mudança no hábito alimentar dos brasileiros. Em Belo Horizonte, a Itatiaia foi às ruas da capital para mostrar essa nova realidade. O prato tradicional arroz com feijão, bife e aquela salada foi substituído na hora do almoço por um lanche mais rápido como coxinha, pastelzinho e pão de queijo. A diferença no preço, dependendo do tipo de alimento, chega a R$ 10.

Pelas ruas do centro de BH o movimento nas lanchonetes é intenso na hora do almoço. A senhora Ivone Reis, faxineira, está entre essas pessoas que trocaram o almoço pelo lanche. "Um salgado e um cafezinho. Não vou almoçar não porque o negócio está feio. Não dá pra almoçar todo dia no trabalho não. Tô trocando o almoço por um lanchezinho porque o negócio está tudo muito caro", relatou dona Ivone que disse se fosse almoçar pagaria em média R$ 14 e com o lanche gasta, apenas, R$ 4,50.

Mesmo ciente que essa troca não faz bem para a saúde dona Ivone disse que essa opção alivia um pouco o bolso. "É só de vez em quando, tem que fazer aqui a trocazinha pra poder amanhã tá podendo."

Opinião parecida tem a Elisângela Maria, faxineira, que também trocou o almoço por um lanche mais em conta. "Comi hambúrguer e deu R$ 18."

*Com informações do repórter Clever Ribeiro.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store