Ouça a rádio

Compartilhe

Marido enforca e ameaça mulher ao ver o ex dela e ser denunciado por estupro no interior de Minas

Vítima, que está com suspeita de gravidez, foi empurrada no chão e agredida pelo companheiro

Caso foi registrado em Conceição das Alagoas

Uma mulher, de 27 anos, foi ameaçada e enforcada pelo companheiro, de 41, após ele ficar enciumado porque seu ex estava na cidade e por ela ter o denunciado por estupro em Conceição das Alagoas, no Triângulo Mineiro, na noite dessa segunda-feira (4).

Segundo boletim de ocorrência, a mulher foi encontrada chorando no banheiro. O suspeito exalava bebida alcoólica de acordo com os policiais. Aos militares, a vítima contou que o homem ficou com ciúmes após seu ex-companheiro chegar à cidade na última sexta-feira (1º) e, após encontrá-lo bebendo, resolveu ir para a casa de uma vizinha porque sabe que ele fica agressivo quando ingere álcool.

Por volta das 20h, o suspeito foi até a casa da amiga dela e exigiu que a mulher arrumasse as coisas e fosse embora da casa. Assim que levantou, a vítima relatou ter encontrado a bicicleta dela no meio da rua e, ao entrar no imóvel, suas roupas espalhadas pela casa.

Após pedir novamente que ela deixasse a casa, o homem a agrediu com empurrões e a derrubou no chão. A mulher explicou que, para se defender, lançou garrafas em direção ao suspeito. Os dois começaram a trocar ofensas, quando o homem pediu a vítima para chamar seu irmão para resolver outra briga.

A mulher afirmou que o homem tentou estuprar a filha dela quando a menina tinha 7 anos de idade, momento que o suspeito tentou enforcá-la. O filho do homem, que era menor de idade, entrou no meio e puxou o pai, e a criança, filha da vítima, foi quem acionou a polícia.

O menino, que começou a passar mal, levou o pai para o quarto. No entanto, o homem saiu do cômodo, ameaçou a mulher de morte e a derrubou no chão dizendo que o menino não estava bem por culpa dela.

À polícia, a vítima disse que está com suspeita de gravidez. O homem foi levado para a delegacia e o caso será investigado.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store