Ouça a rádio

Compartilhe

Minas é o terceiro Estado do Brasil com mais roubos e furtos de celulares

Somente São Paulo e Pará registraram mais desses tipos de crimes no País, revela Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Celular virou produto preferido de ladrões

Depois de São Paulo e Pará, Minas Gerais é o Estado com o maior número de roubos e furtos de celulares no Brasil, conforme dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta semana. Segundo o levantamento, foram registrados 47.754 crimes destas modalidades em Minas, sendo 34.541 furtos e 13.213 roubos de smartphones. Os números são referentes ao ano de 2021.

Nas ruas de Belo Horizonte, é fácil encontrar alguém que teve o celular levado por bandidos.

“Foram três vezes. Já fui assaltado até no ponto de ônibus. Foi na Savassi, saindo do trabalho. Duas vezes foram saindo do trabalho e a outra foi durante um passeio mesmo”, disse Reniee Pirone. “Já cheguei a ter celular reserva, já funcionou, porque tentaram me assaltar e eu acabei dando o telefone, mas eu sempre fico com medo”, completou.

Já Wellington Lima foi vítima de assalto à mão armada. “Levaram (celulares) de todo mundo que estava na padaria”, disse.

Vanusa Lúcia Teixeira conta que filha foi assaltada na porta de casa. “Dois jovens que, infelizmente, por causa de droga. Ela os reconheceu, que eram estudantes da mesma escola que ela, do mesmo bairro, muito triste”, disse.

Apesar de figurar entre os três estados com mais roubos e furtos, Minas tem apresentado uma queda desses crimes nos últimos quatro anos. Em 2018, por exemplo, foram 99.359 ocorrências contra 47.754 do ano passado. Ou seja, uma redução de pouco mais de 50% no número de casos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store