Ouça a rádio

Compartilhe

Micro e pequenas empresas são responsáveis por oportunidades de emprego no Brasil

A alta carga tributária e os baixos investimentos estão muito além do que seria ideal para o país, afirma economista da UFMG

Micro e pequenas empresas são responsáveis por oportunidades de emprego no Brasil

Menos impostos, mais acesso ao crédito e capacitação. Uma combinação que, segundo especialistas ouvidos pela Itatiaia, pode fazer com que os pequenos negócios tenham participação ainda mais destacada na economia brasileira e, principalmente, gerem ainda mais empregos.

O professor de economia da UFMG, Mário Rodarte, lembra que o Brasil ainda está muito atrás dos países mais desenvolvidos do mundo quando se compara a participação das Micro e Pequenas Empresas dentro do PIB e aponta que esse é um momento de oportunidade única para uma mudança de mentalidade, afinal com juros menos elevados e um acesso mais fácil ao crédito, na visão do professor Mário Rodarte, as pequenas empresas teriam números ainda mais positivos na geração de emprego, do que os atuais.

"Nos deparamos com uma situação muito paradoxal, né? Porque no contexto atual elas têm sido responsáveis por cerca de 75% das contratações de trabalhadores com carteiras assinada. Mas, o peso delas na economia brasileira tem sido muito pequeno. Na versão mais otimista seria 25% do PIB. Mas há quem diga que tenha menos de 20%. Em economias mais robustecidas, mais fortes, o peso das pequenas e micro empresas chega a representar metade do PIB."

Se por um lado é preciso aumentar o crédito e diminuir os juros, como afirma o economista e professor Mário Rodart, por outro é urgente uma reforma que reduza e simplifique a carga tributária.

Para o presidente da Câmara de dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo de Souza e Silva, uma cobrança de impostos menos pesada em cima dos pequenos empresários poderia empregar muito mais gente. "A carga tributária em cima da empregabilidade das empresas é muito alta. Hoje, você contratar uma pessoa formalmente é muito caro. Então, as micro e pequenas empresas têm essa dificuldade. A gente precisa facilitar. Precisamos diminuir essa carga tributária e simplificar."

A analista do SEBRAE, Bárbara Castro, classifica a capacitação como sendo fundamental para o empreendedor antes de começar no mercado. Bárbara Castro aponta que há várias formas de se atualizar e se capacitar.

"O SEBRAE tem diversas soluções, sejam cursos, capacitações, seminários e conteúdos, tanto físicos quanto digitais, para ajudar quem já tem um negócio estabelecido, mas está passando por dificuldade, ou ainda, quem deseja abrir um negócio. É importantíssimo buscar informações, orientações e capacitação. Todas as informações estão disponíveis no site."

A matéria tem produção do Pablo Nogueira, com trabalhos técnicos do Tiago Castro e reportagem do Allãn Passos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido