Ouça a rádio

Compartilhe

Casos de Covid triplicam e prefeitura de BH vai criar atendimento online para desafogar centros

Secretária de Saúde de Belo Horizonte, Cláudia Navarro, participou do Rádio Vivo nesta manhã e anunciou medidas 

Secretária fala sobre espera nas UPAs

Os casos de Covid triplicam em Belo Horizonte e prefeitura vai criar um atendimento on-line para desafogar as unidades de saúde. O anúncio foi feito pela secretária de Saúde, Cláudia Navarro, no fim da manhã desta terça-feira (14) em entrevista exclusiva para o Rádio Vivo, da Itatiaia. 

A partir de hoje, passa a ser obrigatório o uso de máscaras em todos os ambientes fechados de Belo Horizonte. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

Ela explicou que a retomada da obrigatoriedade do uso de máscaras levou em consideração a incidência de Covid. "Há um mês, nós tínhamos 49,6 novos casos por 100 mil habitantes. Essa semana, chegamos a atingir 156 novos casos por 100 mil habitantes”, explicou. 

A cobertura vacinal para o público infantil, que ainda está abaixo do esperado, também motivou a nova determinação. “Apesar de todas as campanhas que temos feito, ainda temos um índice baixo entre as crianças, principalmente,  com relação à segunda dose”, disse.

Ela destaca que, com a chegada do frio, a cidade regista alta na incidência de doenças respiratórias.  “Estamos num período de frio, um período em que temos muita doença respiratória. Isso aumenta muito a demanda nos pronto atendimentos. A partir do momento em que nós tentamos controlar o Covid com o uso da máscara, nós estamos controlando todas as doenças respiratórias”, destacou. 

A secretária não descartou a possibilidade de retomar com as máscaras em ambientes abertos. “Mas, no momento,  acreditamos que, com isso, nós vamos diminuir a incidência”, completou. 

Para suprir a demanda pediátrica de urgência, a prefeitura tentou uma nova estratégia no último fim de semana: três Unidades de Pronto-Atendimento para concentraram os casos das crianças. Mas, conforme a reportagem da Itatiaia mostrou, as unidades de saúde continuam lotadas e com longa espera. 

Para desafogar a demanda, a secretária disse que a prefeitura estuda implantar teleatendimento. “Isso foi conversado com o prefeito e estamos operacionalizando. Às vezes, tudo que a mãe e o pai precisam é falar com alguém”, anunciou.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido