Ouça a rádio

Compartilhe

CBTU nega greve no metrô e esclarece motivo de atraso de trens 

Manutenção realizada na Estação Santa Tereza irá impactar o horário dos trens por seis horas até sexta (17)

Usuários do metrô enfrentaram trens lotados no início desta tarde

Muitos usuários do metrô de Belo Horizonte perceberam que os trens passaram com atrasos nesta segunda-feira (13). No entanto, não se trata de uma nova greve.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o motivo é uma obra de restauração que está sendo realizada em um pilar da passarela de acesso à estação Santa Tereza. Com isso, entre a Horto e a referida estação, os trens circulam em apenas uma via nos sentidos Eldorado e Vilarinho.

De acordo com a empresa, a obra, que começou nesta segunda e tem previsão para ser concluída na próxima sexta-feira (17), é de responsabilidade da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap). Apenas na quinta (16), feriado de Corpus Christi, não haverá a intervenção.

À Itatiaia, a companhia explicou que a obra ocorre das 9h30 às 15h30, horário que os trens serão impactados. Neste período, o intervalo será de 20 minutos, ao invés de 15, conforme cronograma seguido fora do horário de pico.

“A CBTU-BH informa que as bilheterias do metrô funcionam das 5h40 às 23h e as estações estão abertas das 5h15 às 23h, para quem já possui cartão ou bilhete do metrô. Em dias úteis, o intervalo é de 7 a 10 minutos em horários de pico e 15 minutos nos demais horários. Aos sábados, o intervalo é de 15 minutos até às 19h e 20 minutos nos demais horários. Já nos domingos e feriados, o intervalo é de 20 minutos. O horário de pico da manhã é de 6h às 8h30 e o da tarde, de 16h30 às 19h”, destacou a empresa.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido