Ouça a rádio

Compartilhe

Mulher diz que foi agredida pelo marido após encontrar camisinhas e lubrificantes no trabalho dele

A vítima contratou um detetive e resolveu confrontar o marido sobre as ‘aventuras sexuais’ dele; segundo ela, o homem mantinha telefones com vários chips 

Caso foi registrado em uma empresa de Uberaba

Uma mulher, de 40 anos, disse que foi agredida pelo marido, de 52, após questioná-lo sobre camisinhas e lubrificantes encontrados no trabalho dele na noite dessa quinta-feira (9). O caso foi registrado em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na própria empresa do homem.

De acordo com a mulher, que trabalha no local há 6 anos e está junto com ele há 13, o marido é infiel desde o início da relação e que eles discutem frequentemente por isso.

Ela contou também que já foi ameaçada por uma representante comercial, que seria amante do seu marido. No fim de maio, a vítima afirmou que recebeu uma ligação confidencial em que uma mulher dizia que ela “sofreria um latrocínio”. Porém, o homem mandou ela procurar a polícia e disse que não tinha “nada com essa ameaça”.

Depois de muitas discussões, a vítima relatou que contratou um detetive particular para seguir o marido e, que no período de três semanas, recebeu imagens e a localização do homem.

Nessa quinta, ela o procurou e explicou que “sabia das aventuras sexuais” dele e que queria se separar. A mulher disse ainda que encontrou gel lubrificante, preservativos e telefones com vários chips na empresa.

Em relato à polícia, a vítima contou que, após ele responder com ironia, ela começou a empurrá-lo, momento que o homem deu um soco em seu rosto, na cabeça e nas costelas. Depois ele segurou o seu pescoço, pegou uma “mão de pilão” e acertou sua cabeça, o que causou um ferimento em sua testa. Em seguida, ela o segurou pela camisa e chamou a polícia.

O homem apresentou outra versão. Ele disse que chegou de viagem, que a mulher estava nervosa e tentou lhe agredir. O suspeito negou as agressões por parte dele e afirmou que a esposa estava tentando lhe provocar. Conforme ele, a vítima foi até o fundo do estabelecimento e voltou com um ferimento na região da cabeça.

A mulher foi levada para a UPA do Mirante e recebeu atendimento médico. Ela apresentava ferimento na testa, arranhão no pescoço e inchaço no punho esquerdo. Já o homem não apresentava nenhuma lesão e dispensou atendimento.

Os dois foram levados para a delegacia e o caso será investigado.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido