Ouça a rádio

Compartilhe

Preço do café sobe 60% em um ano em Belo Horizonte; cesta básica custa  R$653,12 na capital

Em BH o preço da cesta básica teve queda em maio de 5,81%; apesar disso valor continua alto 

Preço do café sobe 60% em um ano em Belo Horizonte

Dados apresentados nessa quarta-feira (8) pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) apontam que a cesta básica teve redução de 5,81% em maio, custando atualmente R$ 653,12 em Belo Horizonte. Apesar da queda, o valor continua 20,93% mais alto quando comparado com maio do ano passado. Belo Horizonte está entre as quatro capitais do país que registrou maior queda no valor da cesta básica.

O café é, atualmente, o grande vilão da cesta básica na capital. "O café que acumula uma alta de 65,08%, em um ano, na comparação com maio do ano passado. A farinha de trigo também acumula uma alta de 35,50%, a batata que acumula uma alta de 68,53% e tomate que está entre os que tem a alta mais expressiva nesse ano."

Os números são confirmados por Isabela Mendes, técnica do DIEESE, em entrevista à repórter Camila Campos. "Esse mês na cesta básica a gente observou queda em algumas capitais e Belo Horizonte teve a quarta maior queda. A gente observou a maior queda em Campo Grande, com queda de 7,30%; depois veio Brasília com uma queda de 6,10%; Rio de Janeiro com 5,84% e Belo Horizonte com queda de 5,81%. O que significa que Belo Horizonte, entre as 17 capitais que o DIEESE pesquisa, tem a oitava maior cesta básica do Brasil."

O levantamento aponta, ainda, que entre os produtos com redução de preço, destaque para o tomate que tinha subido muito e agora teve uma queda de 31%. Ainda assim, quando comparado com o ano passado, o tomate acumula alta nos preços. "O tomate, apesar dessa queda, ele acumula em 12 meses uma alta de 50,76%. Então, em relação a maio do ano passado e ele também é um produto que tem um peso grande na cesta, então essa alta ela acaba pesando no bolso do consumidor."

Entre os produtores que registraram alta em 2022, destaque para o leite, óleo de soja, feijão. O arroz, dos 13 produtos que compõe a cesta básica, é o único que apresentou queda nos últimos doze meses.

*Com informações da Camila Campos

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido