Ouça a rádio

Compartilhe

Alunos são impedidos de assistir aula em escola estadual de BH por usarem chinelos

Funcionária da Escola Estadual Laíce Aguiar disse à Itatiaia que calçado fechado faz parte do uniforme

Proibição ocorreu nesta quinta-feira, no bairro Glória, em BH

Alunos da Escola Estadual Laíce Aguiar, no bairro Novo Glória, na região Noroeste de Belo Horizonte, foram impedidos de entrar na instituição porque estavam com chinelos. A denúncia foi feita à Itatiaia nesta quinta-feira (9) pelo ouvinte Anderson Assis Torres, que mora na região.

“Em média, são 60 crianças que não podem entrar na Escola Estadual Laíce Aguiar, no bairro Glória, porque estão todas de chinelo Havaiana”, disse o ouvinte, que estava ao lado de alguns estudantes que confirmaram a proibição.

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com a escola por telefone. A funcionária que atendeu confirmou que os alunos não puderam entrar porque não estavam com sapatos. A servidora disse ainda que faz parte do uniforme um calçado fechado, mas que o Estado não o fornece aos estudantes.

Secretaria de Educação

Procurada pela Itatiaia, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) reiterou a importância do uso do uniforme no ambiente escolar para que seja possível identificar e assegurar a segurança dos estudantes.

“De acordo com a direção da escola, as famílias desses alunos, que não portavam nenhum item do uniforme e de identificação com a unidade de ensino, já haviam recebido notificações sobre a necessidade do uso do uniforme básico da escola”, destaca. “Cada escola da rede estadual tem autonomia para criar seu regimento escolar”, acrescenta.

Confira a nota na íntegra:

Sobre o ocorrido na EE Laíce Aguiar, bairro Novo Glória, na manhã desta quinta-feira (09/6), a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) reitera a importância do uso do uniforme no ambiente escolar para que seja possível identificar e assegurar a segurança dos estudantes. De acordo com a direção da escola, as famílias desses alunos, que não portavam nenhum item do uniforme e de identificação com a unidade de ensino, já haviam recebido notificações sobre a necessidade do uso do uniforme básico da escola.

Cada escola da rede estadual tem autonomia para criar seu regimento escolar, que estabelece as normas internas, inclusive orientações sobre o uso do uniforme. O regimento deve ser elaborado e atualizado em conformidade com a legislação, assegurada a participação de todos os segmentos representativos da escola, com assessoramento da SRE e aprovado pelo Colegiado Escolar.

A Superintendência Regional de Ensino Metropolitana B, responsável pela coordenação da unidade, vai orientar a direção da escola a reforçar a orientação sobre a relevância do uso do uniforme aos alunos e responsáveis, mas sem impedir a participação dos estudantes nas atividades.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido