Ouça a rádio

Compartilhe

'O último prefeito a andar pelo Centro foi Márcio Lacerda', afirma ex-secretário sobre crise dos moradores em situação de rua em BH

Fernando Cabral, ex-secretário municipal da regional Centro-Sul, criticou o descaso com essa população, cada vez maior na capital

Fernando Cabral foi secretário municipal da regional Centro-Sul de Belo Horizonte na gestão Pimentel

O ex-secretário municipal da regional Centro-Sul de Belo Horizonte, Fernando Cabral, questionou o acompanhamento da prefeitura no que diz respeito aos moradores em situação de rua na capital. Cabral atuou durante a gestão de Fernando Pimentel (PT) na prefeitura, entre 2003 e 2009, e afirma que os prefeitos não estão mais por dentro da situação em BH.

"Prefeito tem que andar pelo Centro da cidade também. O último prefeito que transitou comigo no Centro da cidade foi o Márcio Lacerda, e não tenho mais notícia de o prefeito estar fazendo isso para ver no que a situação se tornou", afirmou.

À época, segundo Cabral, a população em situação de rua em BH era de, no máximo, 1.200 pessoas. Já em 2021, na última atualização dos dados, esse número passou para 8.609 pessoas. Com o crescimento, aumenta também a criminalidade envolvendo essa população. Na opinião do ex-secretário, falta também o conhecimento e controle dessa população na capital para que sejam tomadas medidas assertivas.

"Primeiro, tem que ser feito um Censo, para identificar quem é de BH e quem vem de fora. Podemos observar em cidades da Grande BH, e mais distantes, que não há essa população toda como tem aqui. Assim que eles passam a incomodar nas cidades, são mandados para cá. Isso era assim e entendo que continua", pontua Cabral.

Ele critica o distanciamento do poder público, e diz ainda que há setores que "sempre entram no circuito para dificultar". "A promotoria acusa, oprime, e as autoridades ficam sem poder agir, com risco de receber processo lá na frente. O governante está em uma zona de conforto, porque é um setor que não gera votos, e quem poderia ser incomodado não está no mesmo local que eles", explica.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido