Ouça a rádio

Compartilhe

Professores da rede particular de MG prometem nova mobilização nesta terça

Categoria cobra pouco mais de 20% de reajuste salarial, além do pagamento de outras gratificações

Nesta segunda, categoria fez aulão na Assembleia Legislativa para discussão de direitos

Professores da rede particular de ensino de Minas Gerais prometem uma manifestação na porta do sindicato patronal dos trabalhadores (SINEP/MG) nesta terça-feira (7). O objetivo é chamar a atenção para o movimento grevista promovido pela categoria.

Como a Itatiaia vem acompanhando, a greve começou nesta segunda (6), e de acordo com o sindicato que representa a classe (Sinpro-MG), cerca de 30% dos professores aderiram ao movimento em quase 400 cidades mineiras. Os funcionários cobram das escolas um pouco mais de 20% de recomposição salarial, além do pagamento de outras gratificações.

"Nesta segunda, também fizemos um aulão na Assembleia Legislativa, em que foram discutidos alguns direitos, especialmente aqueles em que o patronal tem tentado retirar nessa negociação. Amanhã haverá mais uma rodada de negociação com o sindicato patronal e na quarta-feira estaremos em às 10h", detalhou a presidente do Sindicato dos Professores de Minas, Thais Cláudia da Fonseca.

Por outro lado, o gerente de comunicação do sindicato que representa as escolas particulares, Paulo Leite, afirmou que as escolas funcionaram normalmente.

"Para nós, é um dia comum de trabalho, com a presença dos nossos professores responsáveis e comprometidos com a causa da educação, e principal e especialmente junto aos estudantes e as famílias, com que nós temos um contrato assumido desde o início do período letivo e que continuamos em interação e negociação junto ao Sinpro para chegarmos em breve a um bom termo", pontuou.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido