Ouça a rádio

Compartilhe

INSS: grupo que usava selfies falsas para conseguir empréstimo é alvo de operação em Minas e São Paulo

Mandados são cumpridos em Pouso Alegre, no Sul de Minas, Cássia e Franca, interior de São Paulo

Dinheiro e celulares foram apreendidos nesta segunda-feira (6)

Operação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e da Polícia Militar (PM) tenta desarticular um grupo ligado a fraudes em empréstimos consignados, com prejuízos tanto a aposentados e pensionistas quanto a instituições financeiras. O rompo estimado chega a R$ 3 milhões. São cumpridos dois mandados de prisão temporária e oito de busca e apreensão nas cidades de Pouso Alegre, no Sul de Minas, Cássia e Franca, interior de São Paulo.

A Operação é batizada de Crédito Fácil. Conforme a investigação, os envolvidos, a partir do vazamento de bancos de dados do INSS, utilizavam cópias digitais dos documentos de aposentados e pensionistas para contratar empréstimos consignados. “As investigações apontam que, para fraudar as instituições financeiras, eram utilizadas fotografias no estilo 'selfie', falsas, obtidas na internet”, destaca nota do MPMG.

Participaram da operação seis promotores de Justiça, integrantes dos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Pouso Alegre, Passos, Varginha e Franca, quatro servidores do Ministério Público, além de 31 policiais militares de Minas Gerais e de São Paulo.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido