Ouça a rádio

Compartilhe

Policiais do DHPP fazem 'vaquinha' para custear cirurgia de pitbull baleada em BH

Na última quinta (2), houve um triplo homicídio na Vila Cemig, na região do Barreiro

Trinity foi baleada durante o triplo homicídio na Vila Cemig, na região do Barreiro

Está internada em uma clínica veterinária no bairro Betânia, na zona Oeste da capital, a pitbull Trinity, que foi baleada em um triplo homicídio acontecido na Vila Cemig, na região do Barreiro, na noite da última quinta-feira (2).

A cadela era de Kauan Vasconcelos Mesquita, de 18 anos, uma das vítimas fatais do ataque e que não tinha ligação com a guerra do tráfico de drogas na região.

Policiais do Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP) tiveram conhecimento que Trinity estava ferida e sem tratamento, já que o pai de Kuan havia a levado para alguns veterinários que não quiseram aceitar o caso. Então, os civis da Delegacia de Homicídios Barreiro resgataram a cadela e a levaram para uma clínica veterinária. Os próprios policiais fizeram uma ‘vaquinha’ para arcar com os custos do serviço.

À Itatiaia, a investigadora Bárbara Silveira de Freitas explicou como foi o socorro.

“Fomos à Vila Cemig pra realizar as investigações a respeito dos homicídios e fomos informados que tinha uma cadela alvejada na ação. Em um primeiro momento, não conseguimos localizá-la. À tarde, entramos em contato com a família. Eles falaram que tentaram prestar socorro, mas não encontraram nenhuma clínica que fizesse esse atendimento e que continuava ferida em casa”, detalhou.

Segundo Bárbara, Trinity irá passar por uma nova cirurgia para se recuperar totalmente.

“Encaminhamos até uma clínica particular e vamos arcar com todos os custos. Trinity está bem, vai passar por uma cirurgia, está andando normalmente e a gente espera que, em breve, retorne para a família”, complementou.

De acordo com a investigadora do DHPP, a cadela foi atingida nas costas. Após o crime, Trinity foi acolhida pelos policiais.

“Ela foi alvejada nas costas e o disparo transfixou pelo abdômen. Passou por uma cirurgia pra fazer uma sutura na ferida e ela é muito dócil, está todo mundo na clínica fã dela e está bem. Houve um comprometimento de todas as pessoas do departamento para ajudar. Todo mundo ficou sensibilizado com a situação dela e com a família”, declarou.

Nesse sábado (4), foram enterrados os corpos de André Oliveira da Conceição, de 20 anos, que morava na rua onde tudo aconteceu, de Kauan Vasconcelos Mesquita, dono de Trinity, e que estava vendendo filhotinho de pitbull na hora do crime, e de Ramon Fernandes Oliveira, de 30 anos, natural de Ouro Preto e que veio para BH apenas para comprar o pitbull.

O menor de 12 anos baleado na cabeça continua internado em estado grave no Hospital João XXIII.

Sérgio Aparecido de Oliveira, pai de Ramon, que também foi baleado, não corre risco de vida.

De acordo com as fontes da reportagem, as investigações sobre a autoria da tentativa de chacina estão bem adiantadas, mas os detalhes não serão revelados para não atrapalhar o andamento da investigação.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido