Ouça a rádio

Compartilhe

Ao menos três UPAs de Belo Horizonte funcionam sem pediatra neste sábado (4)

Além disso, algumas UPAs funcionaram com escala reduzida, o que ocasionou atraso de horas nos atendimentos 

UPA Pampulha não tem atendimento pediátrico neste sábado (4)

Pais e mães que levaram seus filhos a algumas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Belo Horizonte precisaram voltar para a casa ou procurar outro local para que eles fossem atendidos. Isso porque ao menos três UPAs da capital não têm pediatra.

O levantamento foi feito pelo Conselho Distrital de Saúde do Barreiro, que explicou que as UPAs Pampulha, Venda Nova e Leste funcionam sem o profissional especializado no atendimento infantil.

Uma mãe que levou seu filho de 9 anos até a UPA Venda Nova precisou aguardar horas para que o menino fosse atendido. Eles chegaram até o local por volta das 16h dessa sexta-feira (3) e aguardam transferência da criança para o Hospital São José.

“Ele está com sinusite, bronquite, pneumonia e infecção urinária [...] Desde às 8h, não conseguiram levar ele por falta de balão de oxigênio na ambulância”, contou a mulher que explicou que seu marido estava com a criança dentro da unidade de saúde.

A reportagem da Itatiaia seguiu para a UPA Pampulha e, logo na entrada, uma mãe foi vista com sua filha pequena saindo do local após ser comunicada de que não havia pediatra na unidade. “Não tem pediatria, nem tem previsão pra ter pediatria”, disse.

“Ela tem quatro dias que está com febre e está queixando muito de dor de ouvido”, desabafou a mãe da menina que explicou que vai procurar outra UPA para levar a criança.

Além da falta de pediatra, as UPAS Norte e Oeste funcionam com escalas incompletas da equipe médica neste sábado.

Falta de profissionais

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde explicou que algumas escalas de pediatria estão desfalcadas devido à dificuldade de encontrar profissionais para cobrir os plantões de fim de semana e que, nesta manhã, sete pediatras prestaram atendimento nas UPAs da capital.

A pasta disse ainda que, onde não foi possível completar a escala de pediatria, a orientação é de que os médicos clínicos façam os atendimentos. Já nos casos mais leves os pais são encaminhados para outras UPAs mais próximas com pediatra.

A secretaria afirma também que, no fim de maio, 35 médicos concursados tomaram posse e que autorizou o pagamento de horas extras para médicos que não tem disponibilidade para realização de plantões extras de 12 horas, mas que podem contribuir com plantões de 6 horas. Além disso, pediu que médicos interessados se cadastrem no banco de currículos do site da prefeitura.

Com informações de Matheus Oliveira

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido