Ouça a rádio

Compartilhe

Amantes são valorizadas no Dia dos Namorados e ganham até aliança em Belo Horizonte

Vendedor de joalheria disse à Itatiaia que procura aumenta no mês dos namorados 

Vendedor diz que amantes ganham até alianças

Se amante não tem lar, como diz trecho da música de Marília Mendonça, em Belo Horizonte elas e eles são valorizados e ganham celulares, calçados e até alianças. A reportagem da Itatiaia foi ao Centro de Belo Horizonte e conversou com comerciantes e consumidores sobre a data tão importante para as vendas e para os casais. Alguns garantem que vão comprar presentes ou pensam em adquirir nem que seja uma lembrancinha para as (os) amantes.

Uma senhora, que por motivos óbvios não terá o nome divulgado, admitiu que vai presentear o marido e o amante. Ela diz ter um relacionamento aberto, amar os dois e que um sabe do outro. “(Vou comprar) Para os dois. Eu amo os dois. Fui para o motel e sabe o que (meu marido) falou? 'Foi a noite que mais dormi'”, diz a senhora, que vai comprar dois celulares iguais e elogia os companheiros. "Não mexe com droga (sic), todos dois. Um é faxineiro e o outro trabalha nas zoonoses”, revelou.

Um vendedor que trabalha em uma joalheria do Centro revela que é comum receber clientes que buscam joias e até alianças para as amantes. “É o que mais a gente vê. É comum demais. A gente vê pelo menos umas duas vezes por mês”, diz o trabalhador, que comemora a chegada do Dia dos Namorados. “A tendência agora é aumentar e a gente gosta, porque a gente vende. Aliança então... Alianças, brincos e joias em geral a galera compra para a amante e para a mulher”, disse o vendedor, revelando que alguns clientes compram duas alianças. “Já apareceu isso várias vezes aqui já”.

O vendedor diz ainda nunca ter atendido mulheres e que 99% dos clientes que buscam presentes para amantes são homens.

Em uma loja de calçados, uma vendedora confirmou à Itatiaia que alguns clientes compram dois presentes. Ao contrário do que ocorre na joalheria, eles não revelam para quem é o presente.

“Tentam esconder um pouquinho, mas a gente pesca. Dá pra perceber”, diz a profissional, que explica: ‘Compra praticamente o mesmo, só que números diferentes, né? A Amante calça 35, a namorada calça 39. Fala que é para a mãe e um para a namorada, mas são sandálias para jovens”, diz a vendedora, que revela atender muitas mulheres que buscam presentes para os amantes.

População

Até quem garante não ter uma amante afirma que compraria, sim, um presente se tivesse uma. “Não tem amante, mas eu acho que vale. Porque ela também é uma pessoa querida, mas eu não tenho nem uma nem outra. (Se tivesse) Compraria um presente diferente, porque cada uma tem um gosto diferente”, disse um senhor.

Posição semelhante a de outro morador da capital. “Vale presentear as duas e quem sabe outras também”, disse.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido