Ouça a rádio

Compartilhe

Zema alfineta governo Pimentel: 'estamos acabando com o cemitério de obras inacabadas'

Governador ainda reforçou que "anunciar obra que só fica no papel" não é estilo dele

Governador confirmou convênio para pavimentação de trecho da MG-437 em Nova Lima

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) alfinetou a gestão do antecessor no executivo estadual, Fernando Pimentel (PT), no que diz respeito ao andamento de obras prometidas no Estado. Nesta quarta-feira (1), Zema afirmou que está "acabando com o cemitério de obras inacabadas".

A declaração foi feita durante anúncio de convênio com a prefeitura de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para a pavimentação de cerca de 12 Km da MG-437, que liga a cidade até Sabará, também na Grande BH.

"Nós só temos reduzido em Minas Gerais o cemitério de obras inacabadas desde que nós começamos. Só pra citar aqui um exemplo, são mais de setenta UBSs que ficaram abandonadas aí durante alguns anos e que agora muitas já foram concluídas. Aquelas que ainda não foram, serão em breve", disse Zema.

O governador ainda explicou que o trecho da MG-437 teve início de obras há cerca de dez anos, mas por conta do critério usado por ele em relação a recursos, reforçou que só houve andamento quando a verba está reservada e disponível. "Anunciar obra que só fica no papel não é meu estilo", afirmou.

Por fim, Zema agradeceu as prefeituras de Nova Lima e Sabará pelas contribuições cedidas ao projeto, e lembrou que "o Estado não tem condição de assumir todas as obras".

"Vai trazer um benefício grande, inclusive pra Belo Horizonte, que não sei se vai tirar dois mil, cinco mil ou dez mil carros por dia quando ela estiver asfaltada, mas com certeza vai ser possível mensurar", finalizou.

A previsão é de R$15,5 milhões investidos pelo executivo estadual, somados a R$ 25,4 milhões da prefeitura de Nova Lima, totalizando R$ 40,9 milhões aplicados na obra. Com a assinatura do convênio, pode ser feito o processo licitatório para a contratação de mão de obra. A previsão é que as obras comecem já neste ano, e comecem a ser entregues até o fim de 2023.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido