Ouça a rádio

Compartilhe

Mulher ‘descobre’ autor de furto após investigar suspeito nas redes sociais em Minas 

Vítima investigou o caso e identificou o suspeito do crime com a ajuda da polícia 

Um dos envolvidos foi encaminhado para a delegacia

Uma mulher, de 41 anos, encontrou sua bicicleta furtada sendo anunciada em um perfil do Facebook e se passou por compradora para tentar descobrir quem estava por trás da venda. O caso foi registrado em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na noite dessa quarta-feira (1º). Quando a bicicleta foi furtada, ela registrou a ocorrência na delegacia virtual e o caso estava em investigação.

Conforme boletim de ocorrência, a vítima chamou o vendedor na rede social e o questionou sobre a bicicleta, fingindo interesse em comprá-la. Porém, pouco depois, o homem, de 43 anos, disse que ela já havia sido vendida. Com isso, ela resolveu demonstrar interesse por outro produto.

O suspeito então informou o endereço para que ela pudesse ir buscar o produto, momento em que ela procurou a polícia e deu detalhes sobre a “negociação”. Os militares então seguiram para a casa do suposto autor, que informou que a bicicleta foi comprada por R$ 80 na mão de um adolescente.

No entanto, após divulgação no Facebook, ela foi comercializada para um jovem, de 21 anos. Os policiais conversaram com alguns moradores da região e identificaram o adolescente, de 16 anos, que teria furtado a bicicleta da mulher.

À polícia, a mãe do menino explicou que ele é usuário de crack e que tem realizado diversos furtos.

Como a bicicleta furtada foi vendida, os militares foram atrás do jovem, que contou que a comprou por R$ 200. Ele, que não sabia da origem do veículo, entregou à verdadeira dona, que comprovou, por meio de fotos, que ela era realmente a bicicleta furtada.

O homem, que comprou a bike na mão do adolescente, afirmou que não perguntou ao menino sobre a origem e nem pediu a documentação dela. Por isso, ele foi levado para a delegacia de plantão. O adolescente não foi encontrado.

Em nota enviada à Itatiaia, a Polícia Civil explicou que "instaurou procedimento para apurar o caso".

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido