Ouça a rádio

Compartilhe

Cliente que teria dado calote de R$ 130 mil ameaça engenheiros: ‘vou abrir sua barriga’  

Com medo das ameaças eles procuraram a polícia 

Engenheiros com medo das ameaças feitas por telefone e WhatsApp procuraram a polícia, em Uberaba

Proprietários de uma construtora em Uberaba, no Triângulo Mineiro, afirmam que estão sendo ameaçados por um cliente que não cumpriu o contrato referente à construção de um imóvel no valor de R$ 130 mil.

Conforme boletim de ocorrência, as vítimas relataram nessa quarta-feira (2) que o homem, de 37 anos, sustou os 13 cheques que seriam usados para o pagar a construção de um imóvel. Depois disso, ele sumiu e não entrou mais em contato com a empresa que decidiu pela rescisão do contrato, através de uma notificação extrajudicial.

Após alguns anos, começaram a receber ameaças por telefone e via WhatsApp. Entre as várias mensagens de áudio atribuídas ao homem, ele afirma que "iria abrir a barriga [dos proprietários] como se fosse uma cesárea". Na mesma mensagem, o suspeito afirma saber o endereço das vítimas e disse que "desta semana não passa” para “acertar as contas", alegando que as vítimas deviam a ele a quantia aproximada de R$ 9 mil.

Com medo das ameaças e de que o pior aconteça, as vítimas procuraram a polícia.

Um fato curioso alegado pelas vítimas é sobre a voz que manda os áudios pelo WhatsApp. "Gostaria de esclarecer que a voz contida nas mensagens de áudio não aparentam ser da mesma pessoa que entrou em contato com a nossa empresa. Porém, a todo momento, a pessoa se identifica como sendo o homem de 37 anos”.

A PCMG informou, por meio de nota, que "aguarda a formalização da representação criminal das vítimas para adotar as medidas de polícia judiciária."


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido