Ouça a rádio

Compartilhe

Donos pedem ajuda para encontrar cadela que desapareceu após se assustar com sirene de ambulância no Santa Efigênia 

Mel é cega de um olho e faz tratamento para três doenças com remédios controlados 

Mel desapareceu na última segunda (30)

“Ela faz parte da nossa família”. O desabafo é da personal trainer Rayane Pedersoli, de 27 anos, sobre o desaparecimento de Mel, uma vira-lata caramelo de 6 anos que enfrenta diversos problemas de saúde e toma remédios controlados. Ela, que mora no bairro Santa Mônica, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, viu os dias passarem mais tristes com a incerteza da localização e do bem-estar do animal. 

Apesar de morar no Santa Mônica, Mel desapareceu na avenida do Contorno, próximo ao Hospital da Unimed, no bairro Santa Efigênia, na região Leste da capital, na última segunda-feira (30), quando estava passeando com a mãe de Rayane e se assustou com o barulho de sirenes de ambulância. 

“Minha mãe e meu pai vieram à Araújo buscar um remédio que só tinha nessa farmácia. Enquanto meu pai estava na farmácia, minha mãe foi passear com ela no estacionamento. A guia, parece que não estava bem presa, porque ela conseguiu se soltar e começou a correr. Segundo minha mãe, ela começou a correr quando escutou sirenes de ambulância. Ela é muito medrosa, tem pavor de barulho. Minha mãe saiu correndo atrás dela, mas não conseguiu acompanhá-la e a perdeu de vista”, disse à Itatiaia

Mel é cega de um olho, possui o peitoral branco com pintinhas e é manca. Os remédios que ela toma são para tratamento de leishmaniose, erliquiose e babesia. “Ela faz tratamento contínuo para as três doenças e ainda estava com dois caninos infeccionados”, contou a tutora do animal. 

O procedimento da cadela está marcado para a próxima semana. “Estava esperando o restante dos exames saírem”, explicou Rayane, que completou dizendo que Mel faz uso de um produto para a região dos dentes, que deveria ser feito até o dia da cirurgia. 

“Estamos muito mal, arrasados. A Mel é mais importante que muitos familiares, ela faz parte da nossa família. Estamos sentindo muito a falta dela e com medo da situação que ela se encontra. Estamos desde segunda morando aqui na região [do Santa Efigênia] a procura dela, dia e noite”, desabafou. 

Quem souber o paradeiro de Mel pode encontrar em contato com a personal pelo telefone: 31 9878-8199. 


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido