Ouça a rádio

Compartilhe

Barranco ao lado da Vila Olímpica do Atlético terá obras após seis meses de transtorno em BH

Problema começou em dezembro de 2021, e segundo moradores, prejudica toda a movimentação de veículos e pessoas no local

Deslizamento durante o período chuvoso causou destruição e prejuízos à rotina de moradores da rua Guilherme da Silveira

Prestes a completar seis meses desde o surgimento, uma cratera que se abriu ao lado da Vila Olímpica do Atlético, na região Norte de Belo Horizonte, ainda é motivo de preocupação e dor de cabeça para os moradores da rua Guilherme da Silveira. A reportagem da Itatiaia esteve no local em fevereiro deste ano, e foi conferir a situação mais uma vez nesta quinta-feira (2).

O desmoronamento de terra atingiu parte da Vila Olímpica em dezembro do ano passado, em decorrência do período chuvoso. A Defesa Civil municipal isolou o local e afirmou que faria avaliações para tomar providências cabíveis. Parte da rua foi comprometida, assim como um muro que separava um dos campos de futebol.

Moradores ainda reclamam que toda a movimentação no local está prejudicada. Passagem de carros, delivery, crianças brincando na rua e falta de sinalização são pontos de alerta para quem vive na rua. A reportagem procurou a prefeitura de Belo Horizonte e o Atlético, responsável pela Vila Olímpica, para entender como se dá a recuperação pós deslizamento.

O executivo, em nota, afirmou que foi feita reunião com representantes do Atlético e da Sudecap para apuração da responsabilidade. "Ficou definido que o Atlético Mineiro ficará responsável pela estabilização da encosta através de obras estruturantes, cabendo à Sudecap a pavimentação da via pública em questão após a execução das obras por parte do clube", explicou.

O Atlético, por sua vez, disse que seguiu as exigências dos órgãos envolvidos "para obter aprovação e emissão das licenças regulatórias". A última atualização necessária, segundo o clube, foi expedida nessa terça (1), e as obras começaram nesta quinta (2).

(Com informações de Matheus Oliveira)

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido