Ouça a rádio

Compartilhe

Motorista de ônibus é agredido em BH: 'Desrespeitou todo mundo'

Ricardo Vieira trabalha como motorista há 38 anos, e diz nunca ter sofrido agressão desse tipo; suspeito se dizia policial civil

Motorista é espancado no bairro Santo André

Um motorista de ônibus de 58 anos foi agredido durante o trabalho no bairro Santo André, região Noroeste de Belo Horizonte, na tarde de sexta-feira (27). Ricardo Vieira é profissional há 38 anos, e conduz o veículo da linha 9402 (Santo André/Santa Inês). Ele ainda não acredita no que aconteceu.

"Quando parei o ônibus em um ponto, passou um carro em alta velocidade, buzinando e reclamando que não podia passar. Tentei argumentar, mas ele me xingou, mesmo sabendo que estava em um ponto", contou o homem.

A discussão, no entanto, não parou por ai.

O suspeito desceu do carro, deu socos na mão do motorista e quebrou o celular dele, que seria usado para chamar a polícia. No ponto de parada seguinte, o homem, entrou no coletivo de Ricardo e a violência piorou.

"Ele parecia alcoolizado, e me deu vários socos, foi muita pancadaria. Os passageiros ficaram revoltados, foram desrespeitados, mas ele se dizia inspetor da Polícia Civil, e que poderia fazer o que quisesse sem problemas", lembrou. Quando o homem saiu do veículo, Ricardo preferiu seguir viagem, enquanto populares que ficaram no local conseguiram acionar os militares.

Nesta segunda-feira (30), o motorista não tinha condições de trabalhar, não apenas pelo trauma, mas pela dores de cabeça causadas pela violência. Ele procurou um médio, e foi a uma delegacia registrar Boletim de Ocorrência. O pedido agora é pela justiça contra o suspeito.

"O trânsito é caótico no horário de pico em BH, dá muito estresse. A gente tem que estar muito bem preparado para a situação, transportamos vidas, a maior riqueza do país. Falta muito respeito, a gente faz o máximo possível para fazer a viagem de ida e volta sem problemas, transportando o passageiro bem. Eu amo fazer o que eu faço, é a primeira vez que sou agredido dessa forma. Espero que ele seja punido conforme a lei", finalizou.

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda informações. Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra/BH) lamentou as "agressões sofridas pelo condutor durante sua atividade profissional". Foi aberto um  boletim de ocorrência que será investigado pelas forças de segurança, segundo a entidade.

Motorista de ônibus é agredido durante rota em BH: 'Desrespeitou todo mundo'https://t.co/vBa9YLhRF1

— Itatiaia (@itatiaia) May 30, 2022

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido