Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Polícia do Rio investiga mortes de mototaxista baleado e de jovem que protestava contra assassinato

Os dois casos aconteceram na noite de sábado (25), na zona oeste da capital fluminense

O mototaxista Emerson Luiz Santos da Silva foi baleado nesse sábado (25)

O mototaxista Emerson Luiz Santos da Silva foi baleado nesse sábado

Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil do Rio investiga duas mortes seguidas, ocorridas na noite deste sábado (25), na zona oeste da cidade. A primeira foi do mototaxista Emerson Luiz da Silva, 42 anos, baleado quando chegava em casa, na comunidade Vila Kennedy. Segundo testemunhas, Emerson estava voltando do trabalho quando foi atingido durante um confronto entre policiais militares e criminosos. A vítima morreu no local.

Após a morte do mototaxista, moradores da Vila Kennedy fizeram um protesto na Avenida Brasil, próximo à comunidade, interditando uma das pistas da via expressa.

No protesto, outra pessoa morreu. Segundo testemunhas, um homem que passava de carro pelo local fez vários disparos contra os manifestantes. Um dos tiros acertou o jovem Guilherme Carvalho, de 18 anos, que morreu.

Segundo as primeiras informações, o homem que atirou seria um PM de folga, que alegou ter disparado após sofrer uma tentativa de assalto.

Os dois casos são investigados pela Delegacia de Homicídios da capital Fluminense. Segundo os agentes, os policiais militares envolvidos na ação que resultou na morte do mototaxista já foram ouvidos e as armas foram apreendidas para perícia.

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais