Ouça a rádio

Compartilhe

Grafiteiro Kobra e prefeitura são investigados pelo MP por painel de R$ 400 mil que derreteu 

Conforme apuração do Ministério Público de Roraima a pintura foi executada por equipe do artista

Conforme apuração do Ministério Público de Roraima a pintura foi executada por equipe do artista

A Prefeitura de Boa Vista (RR) é alvo de uma operação que investiga supostas irregularidades na contratação do artista Eduardo Kobra para a pintura de um mural no Parque Rio Branco, na orla da cidade. O serviço custou aos cofres públicos R$ 400 mil e conforme apuração do Ministério Público de Roraima (MPRR) o serviço não foi executado por Kobra e sim pela equipe do artista.

De acordo com o MPRR (Ministério Público de Roraima), as investigações tiveram início em agosto de 2021. Em 2020, a prefeitura contratou Kobra para a pintura do mural, que foi inaugurado em dezembro de 2020, mas depois de seis meses a pintura derreteu. Ainda de acordo com o MPRR, a licitação para a obra foi dispensada para que o mural fosse pintado exclusivamente pelo artista.

A operação foi deflagrada na sexta-feira (22) pelo MPRR com o apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), a Polícia Civil e a Segurança Institucional do MPRR que cumpriram três mandados de busca e apreensão em Boa Vista, um deles na sede da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (FETEC). Além disso, um mandado de busca foi cumprido em São Paulo.

Segundo o MPRR, os crimes investigados são fraude em licitação, peculato e falsidade ideológica.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store