Ouça a rádio

Compartilhe

Polícia pede prisão de procurador que agrediu colega no interior de São Paulo

Vídeo mostra Demétrius Oliveira Macedo espancando chefe na Procuradoria do município de Registro (SP)

Procurador em Registro (SP), Demétrius de Oliveira pode ser preso pela agressão

A Polícia Civil de São Paulo pediu a prisão do procurador do município de Registro, no interior do Estado, Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, que agrediu uma colega na última segunda-feira (20). Ele havia sido liberado após o registro do boletim de ocorrência.

A informação foi confirmada pelo governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que foi às redes sociais para dizer que a agressão "não ficará impune".

"A agressão do procurador de Registro a uma colega não ficará impune. A Policia Civil acaba de pedir a prisão do agressor Demétrius Macedo. Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher", afirmou.

Demetrius foi suspenso do trabalho por 30 dias por determinação da prefeitura após o episódio. O afastamento foi publicado no Diário Oficial do Município dessa terça-feira (21).

Procuradora agredida

Uma procuradora-geral da prefeitura de Registro, no interior de São Paulo, foi espancada por um colega de profissão nessa segunda-feira (20). A motivação teria sido a autorização para abertura de um processo administrativo contra Demétrius por conta do comportamento dele no ambiente de trabalho.

As agressões aconteceram dentro da prefeitura. Um vídeo que circulou nas redes sociais mostra a procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros caída no chão e levando socos e chutes do agressor.

Enquanto as agressões acontecem, a vítima tenta se defender e pede por socorro. Mesmo assim, ele continua a violência e ainda faz vários xingamentos contra a colega de trabalho. Outras mulheres tentaram contê-lo, mas sem sucesso.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido