Ouça a rádio

Compartilhe

Petrobras nega reserva de R$ 200 bilhões para distribuir lucros entre acionistas

Segundo a companhia a "Reserva de Lucros" inclui indicações como reserva legal e reserva de incentivos fiscais

Petrobras nega reserva de R$ 200 bilhões para distribuir de lucros entre os acionistas

A Petrobras informou no próprio site que não é verdade que a empresa tenha uma reserva de R$ 200 bilhões para distribuição de lucros, como teria sido veiculado por uma reportagem no dia 16 de junho.

Segundo a companhia, o valor de R$ 208,6 bilhões citado no Formulário de Informações Trimestrais no primeiro trimestre de 2022 como "Reserva de Lucros" inclui várias indicações como reserva legal e reserva de incentivos fiscais, utilizadas para compensar prejuízos fiscais ou aumento do capital social, quando necessário.

Na noite da segunda-feira, 20, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou a apoiadores que a companhia tem meta de atingir R$ 200 bilhões para distribuir aos acionistas. "Eles têm em reservado documentos para atingir meta de R$ 200 bilhões no corrente ano para os acionistas. Não vou entrar em mais detalhes", declarou o chefe do Executivo.

A nota da Petrobras, no entanto, não cita Bolsonaro. Questionada, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não se pronunciou até agora sobre a declaração do presidente.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido