Ouça a rádio

Compartilhe

'Se há um mandante, é um comerciante da área', diz Mourão sobre Dom e Bruno 

Vice-presidente afirmou que se houver um mandante para o crime, ele será descoberto pelos investigadores 

Vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) afirmou nesta segunda-feira (20) que se houver um mandante para os assassinatos do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira ele vai aparecer e deve ser um comerciante que se sentia prejudicado pela ação do indigenista.

"“Vai aparecer se há um mandante. Mas, se há um mandante, é um comerciante da área que estava se sentindo prejudicado pela ação, principalmente do Bruno e não do Dom. O Dom entrou de gaiato nessa história, foi dano colateral”, disse Mourão.

O vice-presidente lamentou a morte e ressaltou as condições difíceis de parte da população que vive na região. “Ninguém fica feliz com a morte estúpida como a que aconteceu do Bruno e do Dom. Agora, é uma região pobre, Atalaia do Norte é um município de 20 mil habitantes com carências inúmeras, vive de um pequeno comércio, de fundo de participação de município. Essas pessoas aí que assassinaram covardemente os dois são ribeirinhos”, frisou.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido