Ouça a rádio

Compartilhe

Justiça decreta prisão temporária de terceiro suspeito por mortes de Bruno e Dom

Polícia identificou oito suspeitos de participação nos crimes; cinco homens teriam ajudado a ocultar os corpos 

Jeferson teve a prisão temporária decretada em audiência de custódia

A Justiça do Amazonas decretou, neste sábado (18), a prisão temporária de Jeferson da Silva Lima, o "Pelado da Dinha', por suposta participação nos assassinatos do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira. Ele passou por audiência de custódia e deverá permanecer detido por 30 dias.

Jeferson teve o mandado de prisão expedido na sexta-feira (17) e era considerado foragido, mas se entregou na delegacia em Atalaia do Norte (AM) na manhã de hoje. A polícia já identificou oito suspeitos de terem participado das execuções: cinco pessoas foram indiciadas por ocultação de cadáver por terem ajudado a esconder os corpos na floresta, e vão responder em liberdade.

Após audiência de custódia, a Justiça do Amazonas decretou, na tarde deste sábado (18), a prisão temporária, por 30 dias, de Jeferson da Silva Lima, conhecido como "Pelado da Dinha". Ele teve participação direta na morte do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, aponta as investigações, que correm em segredo de Justiça.

O delegado da Polícia Civil Alex Perez Timóteo, que conduz o caso, informou ao Jornal Nacional que Jeferson participou da emboscada, do duplo homicídio e da ocultação dos corpos. "Conforme todas as provas, todos os depoimentos colhidos até o momento, ele estava na cena do crime e participou ativamente do duplo homicídio ocorrido".

Em 9 de junho, foi decretada a prisão temporária de Amarildo da Costa de Oliveira, o "Pelado". No dia 14, o irmão dele, Oseney da Costa de Oliveira, o "Dos Santos", foi preso. Em 15 de junho, Amarildo confessou os crimes à polícia.

Laudo da Polícia Federal mostrou, também neste sábado (18), que Bruno e Dom foram mortos a tiros com munição de caça. O indigenista foi atingido por três disparos (um na cabeça e dois no peito). Já o jornalista inglês foi executado com um tiro no tórax.



 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido