Ouça a rádio

Compartilhe

Criança de 5 anos é amarrada pela mãe em placa para vender pipoca em Brasília

A mulher alega que passa necessidades e que o ato não configura maus-tratos

Criança de 5 anos amarrada pela mãe em uma placa choca moradores em Brasília

Uma criança de 5 anos amarrada em uma placa de trânsito, no Buraco do Tatu, no coração de Brasília, logo abaixo da Rodoviária do Plano Piloto, chocou quem passava pela via. A corda improvisada foi colocada pela própria mãe. Sem lugar para ir, a menina colore e desenha na parede.

O fato chocante foi divulgado nesta terça-feira (14) pelo site Metrópoles. A mãe da criança pede doações, seja dinheiro, comida ou roupas, para os motoristas que param no sinal. Nas mãos, ela carrega um cartaz com os seguintes dizeres: “Me ajuda comprando pipoca. Tenho filha e estou passando dificuldades. Aceito doações, comidas e roupas”.

A mulher que teve a identidade preservada, garante que amarrar a filha não se trata de maus-tratos. “Viemos de Goiânia para fazer o tratamento do rim da minha filha em Brasília. Somos só eu, meu marido e ela. Não consigo emprego e nem uma creche especial que cuide dela, mas, mesmo assim, ela está na escola. Hoje, no entanto, não teve aula e precisei trazê-la comigo, pois o meu marido está trabalhando”, desabafa a mãe.

A mulher explicou os motivos de deixar a filha presa à placa de sinalização. “Para que ninguém a roube de mim e para impedi-la de atravessar a rua quando eu me virar. Minha filha é tudo para mim, não me perdoaria se algo acontecesse com ela”, disse ela, que não perde contato visual com a garotinha enquanto tenta vender pipoca no trânsito.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido