Ouça a rádio

Compartilhe

Homem suspeito de envolvimento com o desaparecimento de indigenista e jornalista é preso, diz jornalista 

De acordo com a jornalista Míriam Leitão, ele foi detido em flagrante após sucessivas ameaças

Segundo jornalista, o homem é conhecido como Amauri

Um homem foi preso, suspeito de envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Pereira, da Fundação Nacional do Índio (Funai), e do jornalista inglês Dom Phillips, correspondente do jornal The Guardian, no Amazonas. As informações foram divulgadas pela jornalista Míriam Leitão, no Bom Dia Brasil, da TV Globo, desta quarta-feira (8).

Segundo a jornalista, ele teria sido detido, em flagrante, após s sucessivas ameaças que já fez a indígenas.

Nessa terça-feira, a Polícia Federal negou ter prendido pessoas supostamente envolvidas.

A dupla se transportava em uma embarcação com combustível suficiente para percorrer o trajeto entre a comunidade Ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte.

Dom Phillips é jornalista freelancer que se mudou para o Brasil em 2007. Além do The Guardian, Phillips já colaborou para New York Times, Washington Post, Financial Times, Bloomberg, Daily Beast, entre outros.

Pereira é considerado um dos indigenistas mais experientes da Funai. Ele já era alvo constante de ameaças pelo trabalho que vinha fazendo junto aos indígenas.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido