Ouça a rádio

Compartilhe

Governador do Rio promete entregar plano de letalidade policial após criança ser baleada na cabeça

Cláudio Castro disse que irá enviar ao STF um novo plano em até 60 dias

Cláudio Castro disse que irá entregar ao STF um novo plano em até 60 dias

A violência voltou a assustar o Rio de Janeiro depois que uma criança, de quatro anos, foi baleada na cabeça durante um confronto entre policiais civis e criminosos. Após o episódio, o governador Cláudio Castro (PL) prometeu entregar ao Supremo Tribunal Federal (STF) um novo plano de letalidade policial na capital carioca em até 60 dias.

Como a Itatiaia vem acompanhando, a declaração do governador foi feita nessa quarta-feira (1) depois do encontro em Brasília com o ministro Edson Fachin, do STF.

De acordo com Cláudio Castro, essa nova versão levará em conta a determinação do ministro de que devem ser ouvidos sobre esse assunto a Defensoria Pública, o Ministério Público (MP) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que serão oficiados para que possam apresentar as suas sugestões para o plano em até 15 dias.

Sobre o caso

Segundo os familiares da criança, Alice estava com a mãe. Ela foi atingida quando comprava um lanche na saída da escola.

A mulher só percebeu que a filha tinha ficado ferida assim que viu que a criança estava desacordada e a roupa cheia de sangue. A vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal, na Zona Sul do Rio. O estado de saúde é considerado grave.

Conforme a polícia, o tiroteio aconteceu quando os agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas verificavam uma denúncia de extorsão na região quando foram surpreendidos e atacados pelos suspeitos. Uma pessoa foi presa, além da apreensão de uma arma de fogo e um carro roubado.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido