Ouça a rádio

Compartilhe

Chega a 106 o número de pessoas mortas pelos temporais no Grande Recife; há 10 desaparecidos e mais de 6 mil desabrigados

Aproximadamente 40 municípios do Estado foram afetados, sendo que 24 estão em situação de emergência

Os Bombeiros encontraram os corpos de seis vítimas de deslizamentos de barreiras

O número de mortos em decorrência das chuvas no Grande Recife chegou a 106 nessa terça-feira (31). De acordo com o Governo do Estado de Pernambuco, ainda há 10 desaparecidos e mais de 6 mil pessoas estão desabrigadas, conforme a última atualização.

O volume de chuvas chegou a 236,01 milímetros na capital pernambucana durante a madrugada do sábado (28) e alcançou 70% do volume previsto para todo o mês de maio. As famílias mais afetadas estão nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte.

As chuvas atingem a Região Metropolitana de Recife desde segunda-feira (23) e a primeira morte foi registrada na quarta (25).

A Agência Pernambucana de Águas e Climas/APAC renovou o aviso meteorológico, pois ainda há um resquício do sistema que passou no Estado durante o final de semana, com chances de provocar pancadas de chuvas isoladas com intensidade moderada, mas a tendência é de redução gradativa.

Balanço

As forças de segurança seguem atuando em três áreas de deslizamento (Vila dos Milagres, Areeiro e Curado IV) e em dois locais onde duas pessoas teriam sido levadas pelas enxurradas (Jaboatão Centro e Paratibe em Paulista). As buscas, lideradas por Bombeiros, Defesa Civil, Forças Armadas, Samu, PRF e órgãos municipais, são para localizar dez vítimas ainda desaparecidas (oito já identificadas e duas em investigação). São 436 profissionais atuando - incluindo de outros estados - com embarcações, aeronaves e cães farejadores que só concluirão os trabalhos quando todos forem encontrados.

Os Bombeiros encontraram os corpos de seis vítimas de deslizamentos de barreiras. Três pessoas foram encontradas na Vila dos Milagres e outras três em Jardim Monteverde – onde os trabalhos de buscas se encerraram, uma vez que todos os desaparecidos foram encontrados. Até o momento (31) 106 óbitos, registrados desde a última quarta (25), foram confirmados. Também há 6.198 pessoas desabrigadas e 24 municípios decretaram decretaram situação de emergência.

Equipes da Secretaria Estadual de Saúde têm vacinado as pessoas que estão alojadas nos abrigos montados pelos municípios, independentemente de idade, em razão da vulnerabilidade desses grupos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido