Ouça a rádio

Compartilhe

Diretor quer que Atlético olhe para frente e se desgrude de 2021 quase 'impecável'

Rodrigo Caetano, diretor-executivo do Atlético, destaca que as comparações com time do ano passado atrapalha o presente

Deixar 2021 para trás e pensar no momento atual é o pedido de Rodrigo Caetano, diretor do Atlético

Na manhã desta segunda-feira (14), Rodrigo Caetano, diretor-executivo do Atlético, concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo e, de cara, descartou a demissão do técnico Antonio Mohamed.

Durante a sabatina com a imprensa, o dirigente também destacou o momento atual do time e destacou que é preciso deixar para traz o 'ano quase impecável' realizado em 2021 para que o Galo olhe para frente e busque novas conquistas.

"Tivemos ao longo do período quase 70% de aproveitamento no ano. Claro que aí está o campeonato estadual, então não dá para abalizar. Somos a equipe com o maior número de finalizações, de construção de jogadas, penetração na área. Temos pontos positivos, assim como temos negativos. Temos que buscar um equilíbrio entre o que é nossa questão ofensiva e o que foi um ponto positivo no ano passado. O que não podemos fazer é que a gente carregue esse negócio que por conta de um 2021 quase impecável, a gente não olhe para frente. Não vamos olhar para frente se a gente ficar olhando para o ano passado, com comparações", disse Caetano.

"A gente trabalha em um clube gigante e a gente trabalha para seguir vencendo, conquistando. Mas sem esse negócio de que tudo se remete ao ano passado. Temos exemplos de outros clubes que estão sofrendo com isso. Não pensamos nessa substituição (Turco). Pensamos em trabalhar muito, de forma silenciosa, para reverter esse momento que não é bom. Temos que admitir que não é bom. De nove pontos, fazer dois, ninguém está satisfeito. Até porque o líder do Brasileirão já abriu cinco pontos. Isso nos preocupa e estamos trabalhando desde o jogo contra o Santos para encontrar soluções", acrescentou.

Ainda de acordo com Rodrigo, o processo de reconstrução do clube continua e os títulos de 2021 não podem mascarar o momento.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido