Ouça a rádio

Compartilhe

Governo de Minas certifica polo de confecções de Muriaé como APL

Reconhecimento permite linhas de crédito com condições facilitadas, além de dar mais visibilidade para novos negócios das empresas

Polo de confecções de Muriaé foi reconhecido como APL

Fortalecendo o polo de confecções de Muriaé, na Zona da Mata mineira, o Governo de Minas concedeu o reconhecimento oficial da região como Arranjo Produtivo Local (APL). O título tem como objetivo fortalecer ‘aglomerações’ de empresas que se desenvolvem em uma mesma atividade, em territórios próximos, e que se relacionam para buscar avanços mútuos, como a geração de renda e emprego. A expectativa das empresas inseridas no arranjo é, por exemplo, acessar linhas de crédito com condições facilitadas, além de ter mais visibilidade para formar novos negócios. 

O polo de confecções de Muriaé conta também com a presença dos municípios de Eugenópolis, Laranjal, Miraí, Patrocínio do Muriaé e Recreio e a oficialização da APL é uma construção idealizada há anos. Este movimento cresceu nas últimas duas décadas, quando empresários e os diferentes poderes da sociedade se organizaram para unir o setor e formar mão de obra para atender à demanda. 

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sede), com a formação do APL, as mais de 400 empresas que estão nos municípios integrantes, terão como benefícios a redução de impostos e taxas diferenciadas de juros para tomada de empréstimos. 

Para o Sindicato das Indústrias de Vestuário (Sindivest-MG), a caracterização dessa importante atividade está nas melhorias que podem chegar por meio de investimentos na região e na possibilidade de os empresários formarem capital de giro diante do acesso a linhas de crédito mais competitivas e vantajosas.

Importância econômica

O setor têxtil é hoje o segundo maior empregador em Minas Gerais, sendo que a contribuição do Estado no cenário nacional chega a 13%. Os dados da Sede e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Muriaé dão conta de que a região que compreende o polo emprega 11 mil pessoas, sendo que o número representa quase 10% da população de Muriaé, com cerca de 124 mil habitantes. 

O polo de moda em Muriaé é consolidado como uma das maiores referências do mercado têxtil brasileiro e movimenta milhões de reais por ano, com uma produção aproximada de R$ 2,5 milhões de peças por mês, que são vendidas e todo o país e no exterior. 

Gerando investimentos, emprego e renda para a região e movimentando grande fatia da economia, os números demonstram claramente a importância do setor não só para a região, mas para todo o estado de Minas Gerais. 

(Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - Sede)

ITATIAIA. AQUI TEM MINEIRIDADE. OFERECIMENTO: MINAS GERAIS – GOVERNO DIFERENTE, ESTADO EFICIENTE; GERDAU. BRASILEIRA DE NASCIMENTO. MINEIRA DE CORAÇÃO E SISTEMA FECOMÉRCIO MG, SESC, SENAC E SINDICATOS PATRONAIS - SEMPRE ATUANTES E PRESENTES NA VIDA DOS MINEIROS. 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido