Ouça a rádio

Compartilhe

Articulação nacional pode gerar aliança entre tucanos e MDB em chapa mineira

Pré-candidatura do ex-deputado Marcus Pestana a governador pode ter o apoio dos emedebistas

A articulação dos diretórios nacionais do PSDB e do MDB para lançar o nome da senadora Simone Tebet (MDB-MS) como candidata à Presidência da República pode influenciar o futuro dos partidos em Minas. A coluna apurou que a pré-candidatura do ex-deputado Marcus Pestana a governador pode ter o apoio dos emedebistas, que contariam com o ex-prefeito de Uberaba Paulo Piau como candidato ao Senado na chapa do tucano.

Essa construção passa, principalmente, pelas lideranças nacionais dos partidos. Em Minas, no MDB, há preferência para que o partido apoie a reeleição do governador Romeu Zema (Novo) - o presidente da legenda no Estado, o deputado federal Newton Cardoso Jr., tem conversado com interlocutores do governador, mas uma pedido vindo a nível nacional pode mudar os planos locais.

Interlocutores dessa construção em Minas tentam, ainda, atrair outros partidos. Nesta quinta-feira (2), por exemplo, Pestana se encontrou com o deputado federal Bilac Pinto (União Brasil-MG) em Belo Horizonte. Bilac, no entanto, está mais próximo de levar o União Brasil para a chapa de Zema.

Leia Mais

Zema

Depois de sinalização de nome de Simões para vice de Zema, parlamentares do PP se reúnem em Brasília

Eleições 2022

Ex-presidente Lula voltará ao Estado de Minas para oficializar a aliança com Alexandre Kalil

Serra do Curral

Tamisa, empresa autorizada a minerar na Serra do Curral, não tem registro no CREA

ALÉM DE SAFADÃO

Além de Safadão, outros famosos tiveram rompimentos polêmicos com seus empresários. Relembre! 

ELEIÇÕES 2022

MDB mineiro tem pré-candidato ao Senado, mas resiste à pressão por aliança com PSDB para o Governo

Acesso rápido