Ouça a rádio

Compartilhe

Vídeo com Gusttavo Lima gera mal-estar entre governo estadual e comunicação da PM

Polícia Militar publicou, em suas redes sociais, vídeo em que entrega presente e canta músicas do sertanejo

Vídeo publicado pela Polícia Militar com Gusttavo Lima gerou mal-estar com governo

Um vídeo gravado pela comunicação da PM de Minas com o músico Gusttavo Lima gerou mal-estar entre a assessoria da corporação e o governo de Minas nesta quarta-feira (1º). Divulgado nas redes oficiais da PM, o registro mostra oficiais presenteando o cantor com uma camisa promocional da série “Segunda pele”, produzida pela polícia. Depois, músicos da corporação aparecem tocando canções de Gusttavo Lima.

Na avaliação de membros do governo, o 'timing' para a divulgação do vídeo não poderia ser pior: Gusttavo Lima vem enfrentando, nos últimos dias, críticas por conta de contratos feitos por prefeituras para apresentações dele - o próprio MP de Contas mineiro chegou a abrir um procedimento para apurar a contratação da empresa do cantor pela cidade de Conceição do Mato Dentro.

A coluna apurou que a divulgação do vídeo não foi alinhada com a Secretaria-Geral, responsável pela comunicação do governo. A razão do mal-estar entre a corporação e a assessoria de Zema se deu pela associação do nome da administração estadual com a polêmica - tanto a gestão quanto o Novo, partido de Zema, batem na tecla da boa utilização de recursos públicos.

Leia Mais

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bolsonaro critica paridade de preços internacionais na Petrobras

INVESTIGAÇÃO

Contador ligado a Lula é suspeito de lavar R$ 16 milhões em loteria com PCC

Eleição 2022

Eduardo Leite anuncia que vai disputar o governo do Rio Grande do Sul pelo PSDB

Decreto

AGU poderá dar parecer sobre temas eleitorais no último ano do governo 

MINISTRO SOLTO

Bolsonaro minimiza prisão de Milton Ribeiro: 'não foi corrupção, foi tráfico de influência. É comum'

Acesso rápido