Ouça a rádio

Compartilhe

Oposição na Câmara vai pedir suspensão do registro profissional de médico que estuprou grávida

A oposição na Câmara dos Deputados planeja acionar o Ministério Público Federal e pedir a suspensão do registro profissional do médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, 32 anos, preso em flagrante, por estupro, após colocar o pênis na boca de uma paciente durante o parto. A informação é do deputado federal, Reginaldo Lopes (PT-MG), líder da bancada mineira na Câmara dos Deputados.

Leia Mais

Bruno Tabata

Revelado pelo Galo, meia está perto do Palmeiras e pode enfrentar o Atlético na Libertadores

LIGA

O egoísmo está atrasando a evolução do futebol brasileiro

Zema

Depois de sinalização de nome de Simões para vice de Zema, parlamentares do PP se reúnem em Brasília

Eleições 2022

Ex-presidente Lula voltará ao Estado de Minas para oficializar a aliança com Alexandre Kalil

Serra do Curral

Tamisa, empresa autorizada a minerar na Serra do Curral, não tem registro no CREA